Léxico: «arvorismo»

É no Alentejo

 

 

      «O sentido de turismo sustentável do Zmar não se esgota nas suas instalações e estruturas: a ideia aqui é levar toda esta filosofia aos utilizadores de uma maneira prática: há muitas actividades (percursos pedestres, bicicletas, ginásio, BTT e arvorismo são algumas das opções), há um centro de interpretação ambiental, onde são explicados a fauna, a flora e o clima da região, workshops didicados à consciencialização ambiental e ainda um programa para os mais pequenos, que são levados a alimentar os animais do parque, entre os quais as cabras, as ovelhas, os gansos, os patos, as araras e os burros» («Zmar/Que bem que se está no campo com todos estes luxos», «Liv»/i, 1.06.2013, p. 17).

      Está registada, por exemplo, no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, que remete para «arborismo»: «actividade que consiste em deslocar-se entre plataformas na copa das árvores, utilizando pontes de cordas, redes e cabos de aço e também técnicas como o rappel ou a tirolesa». Cá está «tirolesa», que há dois anos nenhum dicionário de língua portuguesa registava.

 

 

[Texto 2906]

Helder Guégués às 22:05 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas: