07
Nov 13

Paradoxo de Stanisław J. Lec

Para terminar

 

 

      Para acabar o dia, deixo um paradoxo de Stanisław Jerzy Lec. Em inglês, não em polaco nem em português. «There are grammatical errors even in his silence.»

 

  [Texto 3478]

Helder Guégués às 21:43 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

A importância do imperfeito

Incompreensível

 

 

      «Je sortais d’un théâtre.» Assim começa Sylvie, de Gérard de Nerval, incompreensivelmente ainda sem tradução portuguesa. Gostava de a ver traduzida por Pedro Tamen ou por Mega Ferreira, por exemplo. Em nota de rodapé em certa obra, Eco afirma: «Infelizes as línguas que não têm imperfeito e se esforçam por dar este incipit nervaliano.» É o caso do inglês, língua em que já se fizeram várias traduções daquela obra.

 

  [Texto 3477]

Helder Guégués às 16:46 | comentar | ver comentários (6) | favorito
Etiquetas:
07
Nov 13

Ortografia: «sub-reptício»

Sub-repticiamente

 

 

      E porque será que tanta gente erra na ortografia desta palavra e do advérbio? Não sei. O que sei é que o Acordo Ortográfico de 1945 previa explicitamente que se devia usar hífen nos «compostos formados com o prefixo sub, ou com o seu paralelo sob, quando o segundo elemento começa por b, por h (salvo se não tem vida autónoma: subastar, em vez de sub-hastar), ou por um r que não se liga foneticamente ao b anterior». Da leitura do acordo de 1990 não se chega a nenhuma conclusão sobre esta questão.

 

  [Texto 3476]

Helder Guégués às 16:03 | comentar | favorito
Etiquetas: