03
Jan 14

Léxico: «ciclógrafo»

As tais incoerências

 

 

   Estão a ver ali o nome do sogro do general Humberto Delgado? «Compositor modernista», diz a notícia. E não só: militar de carreira, matemático, pianista e inventor. Inventou, por exemplo, o ciclógrafo, que é um aparelho utilizado para traçar círculos de grande raio, no caso, adaptado a uma bicicleta para fazer medições topográficas. No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não o encontramos, mas — outra vez! — lá está no Dicionário de Inglês-Português da mesma editora: cyclograph – ciclógrafo.

 

  [Texto 3769]

Helder Guégués às 09:55 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

«Deserto do Negueve»

Que surpresa

 

 

    «Nestes anos, o ex-chefe de Governo [Ariel Sharon] foi tratado em vários centros médicos e chegou a passar uma temporada no seu rancho do deserto do Negueve» («O grande falcão está um pouco mais perto da morte», Sofia Lorena, Público, 3.01.2014, p. 18).

     Negueve. No Público um aportuguesamento assim? Deve estar prestes a acontecer qualquer coisa de extraordinário.

 

  [Texto 3768]

Helder Guégués às 08:48 | comentar | favorito

«Aberta», de novo

Uma aberta verdadeira

 

 

  Tirando umas maiúsculas injustificadas e mais meia dúzia de pormenores, o demais está bem: «A Agência Portuguesa de Ambiente (APA) iniciou ontem as obras de reposição da chamada aberta, o canal que liga a Lagoa de Óbidos ao mar na Foz do Arelho, mas teve de interromper a operação ao início da tarde devido a estado do mar. [...] Ao fim do dia esperava-se que a aberta ficasse pronta durante a baixa-mar de hoje, prevista para as 10h. Para além da reposição da aberta, está agendada para a segunda quinzena de Janeiro uma reunião de trabalho com técnicos do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) e os autarcas com o objectivo de estudar soluções alternativas à construção de um dique para impedir futuros fechos da aberta» («Dragagens para ligar a Lagoa de Óbidos ao mar foram suspensas devido à maré», Público, 3.01.2014, p. 13).

 

  [Texto 3767]

Helder Guégués às 08:46 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Género: «pitão»

Não atinam

 

 

      «A PSP de Lisboa deteve um homem que tinha na mala do carro uma pitão de quatro metros e 70 quilos, que ficou à guarda do Jardim Zoológico. O homem, de 39 anos, foi abordado pela PSP numa altura em que este estava a consumir estupefacientes, com uma mulher. A polícia constatou que o homem tinha uma arma branca proibida e ao revistar o carro do suspeito encontrou o réptil na bagageira da viatura» («Tinha pitão de 70 quilos na bagageira», Público, 3.01.2014, p. 12).

    Já vimos, e até mais de uma vez, que pitão (ou píton, como preferem quase todos os jornalistas — por ser mais exótico) é do género masculino.

 

  [Texto 3766]

Helder Guégués às 08:42 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,
03
Jan 14

Ortografia: «piloto aviador»

Quando precisa, não o usam

 

 

     «Morreu ontem aos 105 anos Maria Iva Delgado, viúva do general Humberto Delgado. Filha do compositor modernista Carlos de Andrade, nasceu em Leiria a 13 de Maio de 1908 e era herdeira do antigo morgadio da Quinta da Cela-Velha, no concelho de Alcobaça. Casou-se a 26
 de Fevereiro de 1930 com o 
então tenente piloto-aviador 
Humberto Delgado, de quem teve três filhos: Humberto Iva, Maria Humberta e Iva Humberta» («Morreu viúva do general Humberto Delgado», Público, 3.01.2014, p. 5).

    Já vimos aqui, anteontem, que é também como grafam a palavra no Diário de Notícias, mas está errado, não leva hífen: piloto aviador.

 

  [Texto 3765] 

Helder Guégués às 08:33 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,