12
Mar 14

«Chave-inglesa/chave-francesa»

Cabrón

 

   

      Quando hoje à tarde entrei numa loja de ferragens para comprar uma caixa de meia-esquadria, um empregado já estava a atender um cliente que queria uma chave-inglesa. «Não pode ser uma chave-francesa?», troçava, pois supunha, erradamente, que o cliente não sabia que se trata da mesma ferramenta. Filho da mãe. Apeteceu-me perguntar-lhe se sabia que foi inventada por um sueco, Johan Petter Johansson, e que em russo é гаечный ключ. Saí e fui ao Akí.

 

[Texto 4215]

Helder Guégués às 21:57 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas:

Tradução: «rolling fall»

Talvez mesmo do sânscrito!

 

 

       Creio que nunca antes tinha visto o vocábulo «boléu». Apenas conhecia o apelido Boléo. Os gémeos endiabrados, um rapaz e uma rapariga, estavam a dançar, e cada um deles só pensava como poderia levar o outro a dar um bom boléu [good rolling fall]. Vem da voz castelhana boleo.

 

[Texto 4214]

Helder Guégués às 20:13 | comentar | ver comentários (8) | favorito
Etiquetas: ,

Tradução: «fried crusts»

Os bons sabores da terra

 

 

      Ao jantar, comeu sopa de ervilhas e fried crusts. Boa escolha. O tradutor verteu para «côdeas de pão frito», e fez muito bem. É, na verdade, muito simples, mas quantos tradutores não se sentiriam inconformados com esta opção, por demasiado singela? A alguns, a opção por croûtons afigurar-se-lhes-ia completamente natural e legítima, como para outros luncheonette só é cabalmente traduzido por «lanchonete» ou, quem sabe, «snack-bar».

 

[Texto 4213]

Helder Guégués às 18:32 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas:

Tradução: «timekeeper»

Aponta aí

 

 

    Para poder dedicar-se à pintura, trabalhava como timekeeper numa mina no México. Se não nos lembrássemos da palavra certa, não era com a ajuda do Dicionário de Inglês-Português da Porto Editora que lá chegávamos. Neste caso, timekeeper é «a clerk who keeps records of the time worked by employees». Mas o tradutor encontrou-a: «apontador» — indivíduo encarregado de fazer as medições do trabalho produzido e apontar o pessoal presente. Conheci pelo menos um pessoalmente, não de uma mina, mas de uma fábrica.

 

[Texto 4212]

Helder Guégués às 17:06 | comentar | ver comentários (3) | favorito
12
Mar 14

Sobre «graduado»

Estes dicionários

 

 

   «A Associação dos Profissionais da Guarda [APG] já lamentou o comportamento do graduado. Se se apurar que a arma usada era a de serviço, o caso pode configurar crime e terminar com a expulsão do militar da GNR» (Jornal da Tarde, 11.03.2014).

    Para o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, «graduado» é o «que ocupa um posto militar». Ou seja, para este dicionário, todos os militares são graduados. Porém, o bom senso e o Estatuto dos Militares da Guarda Nacional Republicana dizem-nos que não é assim. Este diploma legal estabelece, no seu artigo 140.º, em que casos o militar da Guarda pode ser graduado em posto superior, com carácter excepcional e temporário.

 

[Texto 4211]

Helder Guégués às 09:33 | comentar | favorito
Etiquetas: