10
Set 14

Quase tudo em inglês

Até o bafo

 

 

   «Em causa está a escolha do consórcio Crédit Suisse First Boston (75%) e BESI (25%), num leilão para o qual foram convidados dez bancos, e seis entregaram respostas. Carnall explicou que o Estado decidiu exigir um spread (margem de lucro do banco) “all in” (com tudo incluído). À fase final chegaram dois bancos, que entregaram uma “melhor oferta final” (BAFO, acrónimo em inglês [best and final offer])» («Diferenças de spread marcaram concurso para os submarinos», Paulo Pena, Público, 10.09.2014, p. 4).

 

[Texto 5030]

Helder Guégués às 08:33 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

«Lapsus linguae»

Curiosíssimo, então não

 

 

  «Seguro vingou-se ao obrigar Costa a reconhecer a má herança de Sócrates. Seguro, ansioso por fazer valer a sua razão, teve ainda, já quase no final do debate, um (logo corrigido) curioso lapsus linguae: “Quem, como eu, foi líder do PS... é líder do PS...” Depois garantiu que, sendo eleito primeiro-ministro, não aumentará a carga fiscal e até baixará o IVA na restauração. Isto além de outras medidas já antes reveladas. Costa, ao contrário, não prometeu nada à excepção de uma vaga “mudança na política e na forma de fazer política”» («Um passado tortuoso, um futuro em branco», editorial, Público, 10.09.2014, p. 43).

 

[Texto 5029]

Helder Guégués às 08:28 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:
10
Set 14

Léxico: «coroa»

Pela semelhança

 

 

      «Com ligação ao iPhone, é totalmente personalizável e funciona a partir de uma pequena roda digital, semelhante a [sic] que usamos para acertar um relógio, que faz zoom das imagens no ecrã e permite navegar nas aplicações» («Apple Watch e Apple Pay nascem 30 anos depois do primeiro Macintosh», Cláudia Bancaleiro, Público, 10.09.2014, p. 18).

    Essa roda chama-se coroa — mas a jornalista tem desculpa, pois até o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora ignora a acepção. E em inglês também se diz crown, palavra que ontem foi várias vezes usada na apresentação do relógio.

 

[Texto 5028]

Helder Guégués às 08:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,