22
Set 14

Tradução: «état second»

Torpor, loucura

 

   Traduzir a expressão francesa grain de beauté da maneira que já vimos é tão atilado como traduzir état second por «estado segundo». Nem é semiconsciência, é inconsciência completa.

 

[Texto 5067]

Helder Guégués às 23:33 | comentar | favorito
Etiquetas:

Léxico: «nicotinemia»

Ou todos ou nenhum

 

 

      Outra ausente dos dicionários? Nicotinemia, que é a taxa de nicotina no sangue. Convenho, não se usa todos os dias. Nisso não difere de «nicotinamida» (do francês nicotinamide, como «nicotinemia» também vem do francês, nicotinémie), que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora acolhe.

 

[Texto 5066]

Helder Guégués às 23:10 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

Tradução: «milliard»

O nosso professor pensou bem?

 

 

     Cerca de «6000 milliards de cigarettes». O professor tremeu. Telefonar para o Ministério da Educação estava fora de cogitação, porque parece que lá por aqueles lados também não se entendem com a matemática. Se um milliard são mil milhões... Ora bem... Façam as contas. Mas deixa ver... Mil milhões é 109, ou seja, 1 000 000 000. Mas como são 6000 milliards... Ora bem... São 6 biliões de cigarros.

 

[Texto 5065]

Helder Guégués às 21:58 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas:
22
Set 14

Quase sempre sem hífen

Essa é que é essa

 

 

   Pois podem acreditar: o vocábulo «olisipográfico» não estava no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Mas agora, depois da minha sugestão, já lá o podem encontrar. Claro que não basta estarem nos dicionários. Por exemplo: quantas vezes vejo as palavras arroz-doce, batata-doce, bolo-rei, caldo-verde, feijão-verde, manjar-branco com hífen? Ora, quase nunca, mesmo quando o texto é de escriba que julga conhecer a ortografia.

 

[Texto 5064]

Helder Guégués às 21:11 | comentar | favorito (1)
Etiquetas: ,