29
Set 14

«Percurso precursor»!

Infeliz escolha de palavras

 

 

   «O lendário editor francês Jean-Jacques Pauvert, conhecido por ter publicado obras
 de referência da literatura erótica que lhe valeram tanto a popularidade como
 o acumular de processos judiciais e de polémica, morreu anteontem, aos 88 anos. Estava internado num hospital de Toulon, depois de ter sofrido em Agosto mais um acidente vascular cerebral. A ministra francesa da Cultura [sic], Fleur Pellerin, recordou o
 seu percurso “precursor e transgressor” na luta contra a censura e o seu contributo para a “liberalização dos costumes”. Com apenas 21 anos, Pauvert foi o primeiro a publicar na íntegra, entre 1945 e 1949, a obra do Marquês de Sade, o que lhe renderia um julgamento de sete anos e um início de carreira conturbado» («Morreu Jean-Jacques Pauvert, o editor da obra de Sade», Público, 29.09.2014, p. 28).

 

[Texto 5098]

Helder Guégués às 11:30 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «aquatáxi»

Mais uma nova

 

 

      «No sábado, na falta da noiva — que pernoitou no hotel de sete estrelas onde foi feita
 a cerimónia —, os paparazzi centraram-se em Clooney, que chegou, como outros convidados, num aquatáxi — o casamento do actor foi uma extravagância veneziana» («George Clooney. A festa continua em Veneza», A. G. F., Público, 29.09.2014, p. 22).

 

[Texto 5097]

Helder Guégués às 11:29 | comentar | favorito
Etiquetas:

Léxico: «chícharo»

Bem demonstrativo

 

 

   «Não foi a primeira vez que este pasteleiro misturou ingredientes improváveis nas receitas tradicionais. Rui Coelho inventou, por exemplo, o pastel de chícaro, feito à base de uma leguminosa de origem árabe» («Um pastel de nata com perfume alentejano», Sónia Silva, Jornal da Tarde, 28.09.2014).

    A jornalista sabe lá o que diz. É óbvio que nunca viu nem a leguminosa nem a palavra. É chícharo (ou xíxara), e aqui não como sinónimo de feijão-frade, mas a leguminosa de nome científico Lathyrus sativus. Há até pelo menos dois festivais gastronómicos dedicados ao chícharo: em Junho, um em Alvaiázere; em Novembro, outro em Santa Catarina da Serra.

 

[Texto 5096]

Helder Guégués às 10:37 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
29
Set 14

«Militante de base»

Nem os políticos

 

 

      «A alegria de Costa confrontava o estado de espírito de outro António. Seguro, o agora militante-base, anunciava que saia [sic] de cena, horas antes de Costa chegar, de surpresa, ao Rato, para abraçar Jorge Coelho» («O grande queijo de Costa que soube sempre a vitória», Nuno Sá Lourenço e Rita Brandão Guerra, Público, 29.09.2014, p. 3).

      Lá estão os jornalistas a darem mais uma machadada na língua. Até os políticos semianalfabetos dizem «militante de base».

 

[Texto 5095]

Helder Guégués às 10:35 | comentar | favorito
Etiquetas: