18
Jan 15

Tradução: «damper»

Mais uma incoerência

 

      «Abriu o registo da lareira e colocou três toros, empilhando-os para permitir a circulação do ar, e acendalhas» (O Sorriso das Estrelas, Nicholas Sparks. Tradução de Maria do Carmo Romão. Alfragide: Edições Asa II, 2014, p. 123). Está bem traduzido, pois no original está damper. Lamentável é que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não contenha esta acepção de registo — válvula destinada a regular a tiragem de um forno, fogão ou chaminé. Também se diz borboleta, que é acepção que também falta naquele dicionário. E, no entanto, no Dicionário de Português-Inglês da mesma editora lá está numa das acepções de «registo» «(de chaminé, fogão, forno) damper».

 

[Texto 5469]

Helder Guégués às 22:50 | comentar | favorito

Plural metafónico

Não é à vontade

 

      No noticiário da 1 da tarde, na Antena 1, Eduarda Maio esqueceu-se que «troço» (ô) tem plural metafónico, «troços» (ó). (A notícia era propícia a deslizes, pois dizia respeito à neve no concelho da Guarda.) É apenas uma questão de miolo (ou de miolos), mas digam-lhe, talvez ela agradeça e se emende.

 

[Texto 5468]

Helder Guégués às 14:07 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Tradução: «bracelet porte-bonheur»

Fora do mundo

 

    Aqui o nosso tradutor acha que bracelets porte-bonheur são «pulseiras-fetiche». Parece que não vive neste mundo (nem nesta língua). O Dicionário de Francês-Português da Porto Editora ainda dá — em vão, porém — uma pista, pois de porte-bonheur não diz nada de parecido, mas simplesmente amuleto; figa.

 

[Texto 5467]

Helder Guégués às 14:03 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
18
Jan 15

«Açoriano/açoreano»

Contra todos

 

      Da primeira página do Público de hoje: «Líder açoreano tem encontro com PR por causa das Lajes». Assim se prova que o jornal não está apenas contra o Acordo Ortográfico de 1990.

 

[Texto 5466]

Helder Guégués às 11:29 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: