«Efeito rebanho»

É porque se esqueceram

 

      «Para contrariar tamanha eficácia, a melhor arma de que dispomos é a vacina: a do sarampo é muito eficaz, embora não completamente (cerca de 95%). No entanto, torna-se muito potente se for aplicada a toda a população, pois, quando há uma grande cobertura de uma vacina numa determinada população, começa a funcionar a chamada “imunidade de grupo” ou “efeito rebanho”, que permite que mesmo os indivíduos que não foram vacinados, ou nos quais a resposta imunitária não é tão forte, beneficiem do efeito protector das vacinas» («Americanos têm mais medo das vacinas do que das doenças», Clara Barata, Público, 9.02.2015, p. 2).

      Só me surpreende que não empregassem, como costumam, termos ingleses para dizerem isto.

 

[Texto 5541]

Helder Guégués às 22:17 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,