18
Fev 15

«Devidos» indevidos

E era tão simples

 

      «Nova etapa no conflito entre Duarte Pio e Nuno da Câmara Pereira. Depois de, em Fevereiro de 2014, o Tribunal do Comércio de Lisboa ter condenado D. Duarte de Bragança a pagar à Ordem de S. Miguel da Ala (OSMA) uma indemnização por “danos patrimoniais”, devido ao uso indevido de símbolos iguais ou semelhantes aos da organização, o Tribunal da Relação confirmou na totalidade a sentença da primeira instância» («Tribunal da Relação condena Duarte Pio», Nuno Tiago Pinto, Sábado, 12-18.02.2015, p. 54).

      Não saiu nada melhor: «devido ao uso indevido». Bastava isto: «por uso indevido».

 

[Texto 5581]

Helder Guégués às 23:12 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «entrosga»

Cada vez mais pobres

 

      Nesta reportagem, no Telejornal de ontem, foi usada uma palavra que já não faz parte do dia-a-dia de quase ninguém: entrosga. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora aproxima-se, pois regista o sinónimo entrosa, que é a roda dentada que tem por eixo o mastro dos moinhos de vento. No caso, era um moinho da freguesia de Sapataria, em Sobral de Monte Agraço, que tem uma «Rota dos Moinhos de Sobral». Mas «entrosga» não é apenas aquela roda dentada ou rodete, é também qualquer aperto, situação crítica, complicação, ardil, embuste. Cada vez mais pobres, os dicionários, logo agora que a endeusada tecnologia tudo permite.

 

[Texto 5580] 

Helder Guégués às 11:01 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
18
Fev 15

Como se fala na televisão

Ranger os dentes

 

   À porta do Tribunal de Marco de Canaveses, a repórter não tem dúvidas: «[…] e dos três irmãos, que supostamente lideravam esta rede, dois deles ex-ranger, estamos a falar de três irmãos, três homens, com idades entre os 25 e os 40 anos» («Crimes na Lixa», Paula Rebelo, Jornal da Tarde, 17.02.2015).

      Antes, já tinha ouvido na rádio que eram «militares de elite». É assim que falam e pensam os nossos profissionais da comunicação social.

 

[Texto 5579]

Helder Guégués às 08:25 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,