Bons dias, boas tardes, boas noites

Precisamente o contrário

 

    Hábito irritante, usar o plural? Santa ignorância. «Bom dia, boa noite, boa tarde. Explica-se talvez por influência francesa (bon jour, bonne nuit, bon soir) a prática, que se vai generalizando, de empregar estas saudações no singular, em vez do tradicional dizer — bons dias, boas tardes, etc. [Em português arcaico, bon-dia significava — “dia de bom agoiro” (cf. “Revista Lusitana”, 29, XXII.] É mais próprio do nosso Idioma o emprego do plural com as expressões bons dias, boas noites, boas tardes» (Grande Dicionário de Dificuldades e Subtilezas do Idioma Português, Vasco Botelho de Amaral. Lisboa: Centro Internacional de Línguas, 1958, p. 605).

 

[Texto 6035]

Helder Guégués às 07:05 | comentar | favorito
Etiquetas: