04
Ago 15

Tradução: «swarm of people»

Ah, sim, a retórica

 

      «A Igreja de Inglaterra criticou também Cameron: o bispo Trevor Willmott incentivou o primeiro-ministro a melhorar a sua retórica. “O nosso mundo é cada vez mais duro, mas quando há mais dureza de uns contra os outros e esquecemos a nossa humanidade, acabamos em posições limite. Precisamos de redescobrir o que é ser humano, e que cada ser humano é importante”, afirmou o bispo Willmott» («Senhorios britânicos podem ser presos se alugarem casas a imigrantes ilegais», Clara Barata, Público, 4.08.2015, p. 23).

   «Praga», traduziu-se por cá. David Cameron usou a expressão swarm of people, que, segundo o Dicionário de Inglês-Português da Porto Editora, se traduz por «magote de gente». Isto é assim tão terrível? Há aqui algum equívoco.

 

[Texto 6124]

Helder Guégués às 21:06 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «Ediacarano»

Muito prazer. Não conhecia

 

    «Na transição para o período Câmbrico, primeiro período da era Paleozóica, há 540 milhões de anos, já não há nenhuma prova fóssil conhecida dos “jardins do Ediacarano”, o nome dado a estes ecossistemas. “Ediacarano” vem de Ediacara, uma cordilheira de montanhas no Sul da Austrália. Em 1946, foram encontrados fósseis nestas montanhas que revelaram a existência deste antigo ecossistema. O termo foi também aproveitado para dar nome ao último período da era Neoproterozóica, entre há 1000 a 540 milhões de anos» («Ediacarano. Como era a reprodução das estranhas formas de vida há 565 milhões de anos», Nicolau Ferreira, Público, 4.08.2015, pp. 26-27).

 

[Texto 6123]

Helder Guégués às 20:44 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas:

Sobre «geocaching»

Geocaching, geocacher, geocaches...

 

      «O geocaching, ou caça ao tesouro, está a ganhar adeptos em Portugal. E estima-se que existam 30 mil praticantes activos. Mas trata-se de “uma aventura” que não deve ser praticada sem companhia.

   Segundo explicou à 
agência Lusa Pedro Santos, geocacher desde 2008 e um dos administradores do Geopt.org, site que se dedica ao geocaching, o mais importante nesta actividade é “cumprir 
as regras de segurança” e as pessoas “não se aventurarem sozinhas”. O site geocaching.com
 diz que existem 2.684.108 geocaches (“tesouros”) activas em todo o mundo e mais de seis milhões de geocachers (“caçadores de tesouros”)» («O geocaching é uma aventura com riscos», Público, 4.08.2015, p. 5).

     Parece uma brincadeira de crianças. Perigosa também, decerto. Basta estar, como está, inçada de termos ingleses para ter logo milhares de adeptos portugueses.

 

[Texto 6122]

Helder Guégués às 20:27 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
04
Ago 15

Operações policiais

Mas se é o mesmo...

 

      «José Guilherme e Ricardo Salgado foram alvo de investigações por branqueamento de capitais no decorrer da operação Monte Branco e terão sido escutas relacionadas com esse processo que acabaram por dar origem à operação Marquês, pela qual José Sócrates está detido. […] e a operação brasileira que ficou conhecida como “Máfia dos Vampiros”, em que a Octapharma e Paulo Lalanda e Castro foram investigados por manipulação nas vendas de hemoderivados ao Ministério da Saúde brasileiro» («Tudo bons rapazes», João Miguel Tavares, Público, 4.08.2015, p. 48).

      Tratar diferentemente o que é igual, João Miguel Tavares? Está mal. Ambas operações, serão grafadas ou em itálico ou entre aspas, não das duas formas no mesmo texto.

 

[Texto 6121]

Helder Guégués às 20:04 | comentar | favorito
Etiquetas: ,