«Equador/equador»

Círculo máximo

 

     «“Reformei-me”, anuncia Harry, “estou com sessenta anos, vivemos trinta no Equador, é tempo de regressar a Inglaterra”» (O Último Cais, Helena Marques. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 3.ª ed., 1994, p. 178).

     O bom Harry estivera trinta anos na Guiana Britânica — logo, no equador. Guardemos a maiúscula para o país com o mesmo nome.

 

[Texto 6165]

Helder Guégués às 20:52 | comentar | favorito
Etiquetas: ,