21
Out 15

Pronúncia: «deixis/dêixis»

Deixem a dêixis

 

      Saber que há professores de Português que pronunciam deixis (ou «dêixis», aportuguesado) como se aquele x valesse ch deixa-me ainda com menos fé na humanidade. E valerá a pena perdermos tempo a lembrar, aconselhar, ensinar que se pronuncia como «tóxico»? Com certeza que não, pois também não sabem pronunciar o vocábulo «tóxico». Isto já não é de Homo sapiens, mas de Homo demens.

 

[Texto 6344]

Helder Guégués às 22:25 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

«Clítoris» ou «clitóris»?

Clitóride, hein?

 

   Para todos os efeitos, clítoris/clitóris (são estas as únicas opções/variantes e não, como vejo por vezes, «clitoris») é termo técnico, só nos últimos tempos vulgarizado. Ora, estranho é que se vulgarizasse como esdrúxula, pois a nossa língua propende para a prolação destas palavras como graves. Por isso, quando Edite Estrela, na obra Dúvidas do Falar Português, vol. 4 (Lisboa: Editorial Notícias, 1991, p. 67)», afirma que a «palavra clitóris ou clitóride é, de facto, palavra esdrúxula», incorre em duplo erro (e esqueceu-se de dizer que quem defendia a variante «clitóride» queria que fosse do género feminino...). É certo que no grego a penúltima sílaba era breve, o que na passagem para o português leva ao recuo para a antepenúltima sílaba, mas não apenas o uso, esse tirano, impôs a forma grave, como esta já antes fora admitida pelos mais conceituados dicionaristas. Em suma: ambas — clítoris/clitóris — são correctas, mas na oralidade a forma «clitóris» impôs-se e, se não queremos causar estranheza nos nossos interlocutores, devemos dar-lhe preferência. Não é ceder muito, se ambas estão correctas.

 

[Texto 6343]

Helder Guégués às 10:54 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

«Nona Sinfonia/9.ª Sinfonia»

Por uma vez, igual

 

      Dúvida que me assalta logo de manhã, antes até do pequeno-almoço («mata-bicho», no sentido de desjejum/dejejum, é português e bom português, e ainda em uso, em certos meios, por esse País fora): no nome das sinfonias, devem usar-se os algarismos ou por extenso? A Nona Sinfonia ou a 9.ª Sinfonia? Pelo que vejo, usam-se ambas.

 

[Texto 6342]

Helder Guégués às 08:38 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,
21
Out 15

«Assim-assim/assim, assim»

É assim

 

      «Olha, pá, passa-se isto assim-assim, e a situação tem de mudar.» Eh pá, não é assim, mas assim: «Olha, pá, passa-se isto assim, assim, e a situação tem de mudar.» Assim-assim é nem bem nem mal, e isto está mal. Fica assim. Ah, sim, não tem pausa, mas tem vírgula.

 

[Texto 6341]

Helder Guégués às 00:20 | comentar | favorito
Etiquetas: ,