«Palete/paleta»

Convicções de uma vida

 

      «Uma palete de cores ricas de vida: amarelos, azuis, encarnados, brancos...» Alto! Quem escreve assim julga que está perante mais uma das duplas grafias, como avioneta/avionete; bobina/bobine; cabina/cabine; equipa/equipe; gabardina/gabardine, entre outras. Acontece, porém, que palete vem do inglês pallet, ao passo que paleta vem do italiano paletta. Ora, a versão em linha do Dicionário de Português-Italiano da Porto Editora dá para a nossa «paleta» os correspondentes vocábulos italianos «tavolozza; paletta, pallet». Está, evidentemente, errado quanto a este último. É, porém, certo que em italiano se usa tavolozza para a pequena tábua em que os pintores dispõem e combinam as tintas, e não (nunca?) paletta. E, no entanto, a nossa «paleta» é, na língua francesa... palette. Em castelhano é menos dúbio: a nossa «palete» é palé e a «paleta» é paleta.

 

[Texto 6380]

Helder Guégués às 21:27 | comentar | favorito
Etiquetas: ,