28
Dez 15

Que maquinarias estas

Cientificamente

 

   Ana Gerschenfeld entrevista hoje, no Público, o cientista norte-americano, de ascendência portuguesa, Craig Mello, Prémio Nobel da Medicina em 2006. «Recebeu», pergunta-lhe a jornalista, «o Nobel pela descoberta do mecanismo de “ARN de interferência”. Pode explicar do que se trata?» A resposta é extensa, mas só nos interessa a primeira parte: «As células vivem na idade da informação há milhares de milhões de anos. Portanto, precisam de ter maneira de pesquisar informação e para isso desenvolveram uma série de maquinarias muito parecidas com o Google, que nós utilizamos para fazer pesquisas na Web» («Craig Mello. “Há muito boa ciência por fazer que não apresenta qualquer problema ético”», Público, 28.12.2015, p. 30). 

      Não sabemos que língua usou o entrevistado, mas é muito provável que fosse inglês. Ora, aquelas «maquinarias» só têm explicação, a meu ver, se foi tradução — e má tradução — do inglês machineries. Não será antes «mecanismos», e talvez até «processos»?

 

[Texto 6508]

Helder Guégués às 21:38 | comentar | ver comentários (1) | favorito
28
Dez 15

Ortografia: «predefinido»

Estava predefinido

 

      «A sétima temporada da websérie Jerry Seinfeld Comedians in Cars Getting Coffee — na qual o anfitrião entrevista outros humoristas passeando de carro e tomando café, sem um guião pré-definido — terá um convidado muito especial» («Seinfeld convida Obama», Vera Valadas Ferreira, Destak, 23.12.2015, p. 10). 

     É palavra que raramente vejo bem escrita. Alguns até afirmam que nunca antes a viram sem hífen... Impressionante. Tenho aqui à minha frente o tomo IX do insuperável Grande Dicionário da Língua Portuguesa, coordenado por José Pedro Machado, publicado em 1981, e lá está: «Predefinir, v. tr. Definir ou determinar antecipadamente.|| Predestinar. || Prognosticar.» Já «websérie» é a primeira vez que se me depara.

 

[Texto 6507]

Helder Guégués às 19:55 | comentar | ver comentários (2) | favorito