Léxico: «roda-gigante»

Não nos tirem tudo

 

      Na Esplanada dos Pescadores, em frente ao Hotel Baía, aqui em Cascais, está uma roda-gigante. E é isto que se lê e diz por todo o lado: roda-gigante. Ontem, na SIC Notícias, uma repórter falava de Londres, junto da London Eye, outra roda-gigante. E a repórter usou o termo «roda-gigante». No entanto, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora regista que se trata de termo brasileiro, como faz, por exemplo, com «ônibus», «transar» ou «favela». Bem sei que não é labéu, mas para certos falantes é o suficiente para ficarem a tremer e não a usarem. Investigue-se melhor o caso e concluir-se-á que já no princípio do século XX se usava em Portugal.

 

[Texto 6518]

Helder Guégués às 13:06 | comentar | ver comentários (2) | favorito