20
Jan 16

Léxico: «meio-sobrinho»

Tem lá lugar

 

      «Chega também através de Voltaire, que cita uma conversa que teve com a meia-sobrinha de Newton, e ainda de duas outras fontes da época» (Passeio Aleatório pela Ciência do Dia-a-Dia, Nuno Crato. Lisboa: Gradiva, 2007, p. 90).

    Não me lembro de alguma vez antes ter lido ou ouvido esta palavra, mas sim, o filho de um meio-irmão é meio-sobrinho. Mas não vejo rasto dela nos dicionários.

 

[Texto 6554]

Helder Guégués às 23:04 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,
20
Jan 16

Uma posteridade passada

Essa já se foi

 

  «Soares foi ministro dos Negócios Estrangeiros, cabendo-lhe a condução do processo da descolonização, mas a influência de Almeida Santos no processo
 foi decisiva, embora, aí como na posteridade, Almeida Santos se tenha remetido a um estatuto de subalternidade em relação à figura maior da história do PS» («O jurista que fez pontes no regime e no PS», Manuel Carvalho, Público, 20.01.2016, p. 2).

    O Natal é que é quando um homem quiser. A posteridade é sempre, para o sujeito que a enuncia, o tempo que está para vir — não o tempo que estava para vir, veio e hoje é passado. Para isso, usa-se a palavra «futuro».

 

[Texto 6553]

Helder Guégués às 22:44 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: