Cabrito estonado

Nova periodização da História?

 

      Ontem vi uma reportagem na RTP1 sobre o famoso cabrito estonado de Oleiros. O chefe André Ribeiro explicou que estonar é tirar o pêlo e não a pele, e comparou com o depenar de uma galinha. Ouçamos agora o repórter, Jorge Esteves: «A origem do cabrito estonado é medieval e terá começado a ser confeccionado em Oleiros com a receita trazida do Tibete pelo padre oleirense António de Andrade, que no século XVII se terá tornado no primeiro ocidental a andar por aquelas paragens.» Sr. jornalista: a Idade Média decorreu entre a queda do Império Romano do Ocidente, em 476, e a tomada de Constantinopla pelos Turcos, em 1453, ou, segundo outros autores, até ao descobrimento da América, em 1492. Logo, o padre jesuíta António de Andrade nasceu e viveu na Idade Moderna, pois a sua vida transcorreu entre 1584 e 1634.

 

[Texto 6715]

Helder Guégués às 10:23 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,