01
Abr 16

«A polme»?

Reduzidos a isto

 

      Na emissão de ontem do programa O Mapa de Receitas de James Martin, no 24 Kitchen, o chefe estava à beira do Loch Fyne, na costa oeste da Escócia e um dos pratos que preparou foi precisamente lagostins ali pescados, passados por um polme (segredo, que eu já conhecia: juntar água tónica) e fritos. Para Rita Amado, a tradutora, porém, não era um polme — mas, repetidas vezes, «uma polme». Parece que há um — um! — dicionário que o regista como feminino. Infelizmente, é seguido por vários chefes, como Henrique Sá Pessoa, Vítor Sobral, entre outros. Mas uma tradutora... Onde foram buscar isto? Ora, como se vê escrito muitas vezes «reduzido a polme», hão-de achar que se trata do artigo... Não? Então expliquem-nos, porque, desde 1585, numa obra do P.e Fernão Cardim, até hoje o termo sempre foi considerado do género masculino.

 

[Texto 6721]

Helder Guégués às 14:24 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
01
Abr 16

Ortografia: «banda sonora»

Triste tendência

 

      «Isto não é uma banda-sonora», afirma Mário Lopes na Ípsilon de hoje. Estou de acordo: é uma banda sonora. Ficamos de cara à banda. Então agora vamos ligar todos os adjectivos aos substantivos a que se pospõem? Furada, desenhada, magnética...

 

[Texto 6720]

Helder Guégués às 10:56 | comentar | favorito
Etiquetas: ,