05
Mai 16

Léxico: «colcoz(e)»

Ainda faz falta

 

      Disse «колхоз»? Então agora escreva-o em português. Ah, hesita, não é? Balança entre colcoz e colcoze. Ou talvez não — escreve sem hesitar «kolkoz». Não faça isso, cidadão. E os dicionários, ajudam? Nem por isso. Com a URSS desmoronada pouco antes, quando se publicou o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa, achou-se que já não fazia falta tal palavra, no que se enganaram. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora enveredou pelo mesmo caminho. Contudo, na Infopédia, de que aquele faz parte, encontramos mais uma incoerência. Assim, o Dicionário de Português-Alemão regista colcoze, mas no verbete lê-se isto: «Brasil Kolchose». Já no Dicionário de Alemão-Português, ao consultarmos o verbete de «Kolchose», obtemos isto: «colcoz m., cooperativa agrícola soviética». Seja como for, a definição do Dicionário Houaiss é mais correcta, pois indica que é uma propriedade agrícola colectiva. Há dicionários que registam a grafia colcós.

 

[Texto 6789] 

Helder Guégués às 22:39 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
05
Mai 16

Léxico: «brulote»

Mas tem séculos

 

      Ontem fiquei a conhecer uma palavra muito interessante: brulote. Soa-vos? Não está em todos os dicionários. É um pequeno barco que, carregado de explosivos ou material combustível, se lançava contra um navio para, ao incendiar-se, lhe provocar danos. É o aportuguesamento do termo francês brûlot, que, por sua vez, vem do verbo brûler, «queimar; abrasar».

 

[Texto 6788]

Helder Guégués às 10:51 | comentar | ver comentários (5) | favorito
Etiquetas: ,