06
Mai 16

Léxico: «luteria»

Já que a temos de usar

 

      «O fabrico de *** é considerado uma arte, tal como a liuteria, a produção artesanal de instrumentos de corda», acabo de ler. Esse, porém, é o termo italiano, liuteria. Se nos aproximarmos mais do francês, lutherie, temos luteria, que é a única grafia que alguns dicionários de língua portuguesa reconhecem. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não a acolhe, mas — numa incoerência que já conhecemos sobejamente — o Dicionário de Português-Francês e o Dicionário de Francês-Português registam-na. Nem todos os dicionários registam a acepção, certamente mais usada, de arte. O Dicionário Houaiss tem, a par de luteria, de que o Sr. Sacconi se esqueceu, luteraria.

 

[Texto 6791]

Helder Guégués às 16:25 | comentar | ver comentários (5) | favorito
06
Mai 16

Léxico: «atirantamento»

Não está nos nossos

 

      A ponte sobre o rio Guadiana, no Algarve, com 25 anos, tem um cabo de aço partido. Será que vai cair? Não se sabe. A ponte é composta por 128 tirantes e cada um possui 37 cordões, o que, multiplicado, dá 4736 cordões. «A intervenção que vai ser feita é ao sistema de atirantamento da obra de arte em si mesmo» (Rui Coutinho, das Infra-Estruturas de Portugal, entrevistado pela RTP1). Atirantamento. O que pressupõe o verbo atirantar, que os dicionários tão-pouco registam. Se o quisermos, temos de ir buscá-lo a Espanha. Atirantar: 1. poner tirante; 2. Arq. afirmar con tirantes».

 

[Texto 6790]

Helder Guégués às 11:57 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,