Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

«Cranioencefálico», de novo

É muito difícil...

 

      «Estava desfigurado, com uma hemorragia interna, e
 o diagnóstico feito no raio-X: um traumatismo crânio-encefálico» («“Porque têm imunidade podem andar a espancar pessoas?”», Ana Dias Cordeiro e Mariana Oliveira, Público, 19.08.2016, p. 6).

      Artigo que contou ainda com a colaboração de Bárbara Reis, mas nem por isso foram evitados erros. É — já o vimos tantas vezes — cranioencefálico. O texto, contudo, apresenta outras anomalias. Por exemplo, desde quando se diz assim em português?: «Dele continua a guardar-se a mesma imagem do rapaz meigo e sorridente, como na fotografia que a namorada carrega consigo

 

[Texto 7037]