24
Set 16

Suinização da língua

Isso é que está mal

 

      «Dylan deixa as interpretações para os intérpretes e mantém tudo em aberto, como um bom poeta. Mas pede que não usem essa palavra: “Acho que um poeta é alguém que nunca diria de si mesmo que é um poeta... Uma pessoa capaz de dizer que é um poeta simplesmente não pode ser um poeta... Quando as pessoas me chamam um poeta, eu digo: ‘Oh, fixe, que fixe chamarem-me um poeta!’ Mas não me adianta nada. Podem ter a certeza disso. Não fico mais feliz por causa disso.”» («Quem é Dylan», Pedro Mexia, «E»/Expresso, 24.09.2016, p. 106).

    Gosto de ler o que escreve Pedro Mexia (o que revela, até certo ponto, o meu bom gosto), mas por vezes ele exagera. Nisto ou naquilo. Neste excerto, o abuso do artigo indefinido — a tal suinização da língua de que já falámos — é deselegantíssimo. Concorda comigo, Pedro Mexia? Talvez porque é uma tradução, pois não o estou a ver a falar e escrever assim. Corte, corte, corte.

 

[Texto 7120]

Helder Guégués às 20:54 | comentar | ver comentários (6) | favorito

Preferências nacionais

Antes espanhol

 

    «Las víctimas del ciberacoso tardan casi un curso en contar lo que pasa» («Chica de 14 años insultada por WhatsApp», Pilar Álvarez, El País, 21.09.2016, p. 20).

     Cá — não o vimos já tantas vezes? — preferem ciberbullying, que até nos dicionários de língua portuguesa (!) encontramos registada.

 

[Texto 7119]

Helder Guégués às 20:40 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas: ,
24
Set 16

Léxico: «praxódromo»

É só esperar

 

      «Com a Cidade Universitária de um lado, a Universidade Lusófona do outro e ainda a proximidade de outras universidades, como o ISCTE, o Jardim do Campo Grande, em Lisboa, é por estes dias de arranque do ano escolar um gigantesco praxódromo» («O praxódromo de Lisboa é o Jardim do Campo Grande», Rute Coelho, Diário de Notícias, 24.09.2016, p. 16).

      Era uma questão de tempo até aparecer outro -dromo. Vimos aqui, recordo, o neologismo pescódromo. Ficamos à espera de mais.

 

[Texto 7118]

Helder Guégués às 20:17 | comentar | favorito
Etiquetas: ,