05
Out 16

«Senhora do seu nariz»

Torçamos o nariz

 

   «Menina do seu nariz, imaginou-se médica da cabeça para transformar as pessoas más em boas e as feias em bonitas. Haveria de ser [sic] doutora, mas também uma [sic] boa cozinheira, porque a avó Joana é que sabia» (Teresa Dias Mendes, em entrevista a Helena Sacadura Cabral, TSF, 5.10.2016).

      Habitualmente, é ser ou estar senhor (ou dono) do seu nariz que dizemos, ou não?

 

[Texto 7141]

Helder Guégués às 17:21 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,
05
Out 16

Léxico: «corcundo»

Sorte marreca

 

      Hoje, na rubrica da Renascença «Os porquês da Miriam», Miriam Gonçalves foi para a rua perguntar a quem passava porque é que se diz que a sorte é marreca. Cada um disse o que sabia — pouco ou nada, como habitualmente —, mas o que importa é que, no estúdio, o locutor (Óscar Daniel?) falou de «certos corcundos» entre os Romanos. Ora, nunca eu tinha ouvido senão «corcunda», única forma que encontro nos dicionários. No entanto, pelo que pude ver, lá que se usa «corcundo», isso é certo, e eu nunca enjeito uma variante.

 

[Texto 7140]

Helder Guégués às 08:33 | comentar | favorito
Etiquetas: ,