16
Out 16

Léxico: «trazer/vir à colação»

Parece mentira

 

      E a propósito de coagido: hoje, no programa Vozes da Lusofonia, o convidado era Paco Bandeira, que não ouvia há anos. A última vez, em lugar de guitarras e vozes, era de gritos e armas que se falava a propósito dele. Nesse ano, deu uma entrevista à Nova Gente, e uma das perguntas era se se considerava um homem violento. Que não, respondeu. E mais: «Ela [a ex-companheira] tinha de arranjar maneira de a arma ser chamada à coação.» E é isto. Se foi ele, um homem das palavras, ou a jornalista, uma mulher das palavras, a tão ignorantemente confundir coa(c)ção com colação, nunca saberemos, nem nos interessa. Trazer/vir à colação é referir, citar alguma coisa a propósito.

 

[Texto 7162]

Helder Guégués às 15:04 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «hidrofluorcarboneto»

Os nefandos HFC

 

      «Mais de 190 países chegaram ontem a um acordo tido como “monumental” para começar já a eliminar progressivamente, nos países mais ricos, um tipo de gás usado nos frigoríficos e nos aparelhos de ar condicionado que tem um efeito de acelerador do aquecimento global: os hidrofluorcarbonetos, conhecidos pela sigla HFC» («Há acordo para eliminar químico que reforça aquecimento global», Clara Barata, Público, 16.10.2016, p. 21).

      Ora esta, nem chegou a entrar nos dicionários e agora vai sair dos frigoríficos. Tem de ir pelo menos para um destes que usamos todos os dias, para memória futura.

 

[Texto 7161]

Helder Guégués às 11:55 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
16
Out 16

«Ombro-arma»

Guarda de honra

 

      «Entre Ferro Rodrigues e os elementos da guarda de honra está o tapete vermelho, aspirado e estendido para as ocasiões especiais. O tenente Ferrão, comandante da guarda de honra, faz sinal ao corneteiro, para um primeiro toque, dá ordem de sentido e de ombro-arma. Começa, depois, a ouvir-se a marcha de continência, que é de menos de um minuto» («Até os turistas param para ver a guarda de honra ao Parlamento», Maria Lopes, Público, 16.10.2016, p. 11).

      Nunca tinha visto isto escrito, ou talvez, mas então de certeza sem hífen, assim: «ombro, arma». Mas não me parece mal.

 

[Texto 7160] 

Helder Guégués às 11:51 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,