«Circadiário»?

Leituras que curam

 

      «Meira da Cruz [o presidente da Associação Portuguesa de Cronobiologia e Medicina do Sono] aponta alguns sintomas causados pela alteração da hora, como prevalência de alguns tipos de dores de cabeça, nomeadamente a cefaleia hípnica (surge durante o sono) e a cefaleia em salvas (dor muito forte só num lado da cabeça). Segundo o especialista em medicina de sono, “estas condições são frequentemente desencadeadas por alterações nos ritmos circadiários estabelecidos naturalmente”» («A mudança da hora faz bem ou mal à saúde?», Rádio Renascença, 20.10.2016).

      Nunca antes vira «hípnico» nem «circadiário». O Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa não regista nenhuma delas; hípnico só encontro no Dicionário de Termos Médicos da Porto Editora. «Circadiário» estará por circadiano, que também não encontrou guarida no dicionário da Academia das Ciências de Lisboa. A cefaleia em salvas (cluster headache, para a legião de anglófonos que nos segue) foi termo que conheci na obra Enxaqueca, de Oliver Sacks, que revi para a Relógio D’Água, e graças à qual aprendi a reduzir quase a zero as frequentíssimas enxaquecas que antes tinha. Sim, ler faz bem.

 

[Texto 7178]

Helder Guégués às 20:10 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,