Os Rifenhos e o Makhzen

Mais português

 

      «No entanto, alguém estava a filmar, com um telemóvel, e colocou o vídeo na Internet — ouvem-se gritos, e vê-se quando é esvaziado o camião. O vídeo foi colocado no Facebook, no Twitter, e desencadeou uma reacção de horror, e protestos a nível nacional, em que se ouviram palavras contra o Makhzen — o termo que descreve [sic] o Palácio Real. “Mohcine foi assassinado, a culpa é do Makhzen”, ouviu-se nas manifestações de Casablanca e na capital, Rabat, além das cidades do Rif. A última onda de protestos foi na segunda-feira» («Uma questão para o rei: quem matou Mouhcine Fikri no camião do lixo?», Clara Barata, Público, 2.11.2016, p. 22).

      Eu não o grafaria em itálico: Makhzen, ou Dar al-Makhzen. Tal como também escrevo Rife, e não Rif, a região montanhosa de Marrocos Setentrional, cujos naturais ou habitantes são os Rifenhos.

 

[Texto 7216]

Helder Guégués às 20:40 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,