04
Nov 16

«Revenir»?

Voltar atrás

 

   E por coisas que nunca antes víramos, e, em alguns casos, preferíamos nunca ver, no portal da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Protecção das Crianças e Jovens — deixem-me descansar, o nome tirou-me o fôlego —, sobre as Comissões de Protecção de Crianças e Jovens (CPCJ) diz-se que «como instituições oficiais não judiciárias com autonomia funcional que visam promover os direitos da criança e do jovem e revenir ou pôr termo a situações susceptíveis de afectar a sua segurança, saúde, formação, educação ou desenvolvimento integral». «Revenir»?! Mas isso não é francês?

 

[Texto 7221]

Helder Guégués às 15:07 | comentar | ver comentários (4) | favorito

«Acheta domesticus»

Vai um grilo?

 

      E a propósito do nome científico, ontem a minha filha quis um chupa-chupa com um grilo, um Acheta domesticus. A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura não veio já dizer que o futuro da alimentação da humanidade passará precisamente pelo consumo de insectos? Então, já vêem. E, embora seja a Holanda um dos principais produtores de insectos comestíveis do mundo, o chupa veio dos Estados Unidos, com o aval, decerto, da Administração de Alimentos e Drogas. O único erro que vi foi no rótulo, em que se lia «Ancheta Domestica». Nada é perfeito.

 

[Texto 7220]

Helder Guégués às 09:55 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,
04
Nov 16

Léxico: «caterpílar»

Pela primeira vez

 

      «Foi pelas 11h de ontem que o caterpílar avançou sobre uma das construções existentes nos terrenos onde vai nascer a Feira Popular de Lisboa, em Carnide. Visivelmente feliz com aquele que caracterizara momentos antes como “um dia histórico para a cidade”, o presidente da câmara pegou no seu telemóvel, pediu a um membro da sua equipa que o fotografasse junto à máquina e acabou mesmo por ensaiar uma selfie» («Feira Popular: A selfie de Medina e o operador de caterpílar sereno», Inês Boaventura, Público, 4.11.2016, p. 12).

      Creio que é a primeira vez que vejo caterpílar fora dos dicionários. É melhor do que caterpillar, isso sem dúvida, até porque, com dois ll, só temos os Mellos, que eram simples Merloos, e depois se desprosaicaram, pela assimilação do r com o l, em Mellos. Espertas, estas aves (Turdus merula).

 

[Texto 7219]

Helder Guégués às 09:39 | comentar | favorito