10
Nov 16

Léxico: «caviomorfo»

Também é o novo normal

 

      «Uma equipa de cientistas usou um interface neurológico, sem fios e em tempo real, para restabelecer a comunicação entre o cérebro e a medula lesionada de dois macacos rhesus e conseguiu, em poucos dias, que os primatas voltassem a andar. É a primeira vez que uma neurotecnologia restaura a locomoção e foi em primatas. Os resultados da experiência são publicados hoje na revista científica Nature» («Macacos paralisados voltam a andar com bypass neurológico», Andrea Cunha Freitas, Público, 10.11.2016, p. 31).

      Não percebo, e já o disse aqui uma vez, porque é que escrevem rhesus se se pode escrever reso. O que me traz à mente o caso do Octodon degus, o simpático caviomorfo originário do Chile. Como aportuguesar o nome: degu ou dego? E reparo agora que «caviomorfo» não está nos dicionários...

 

[Texto 7231]

Helder Guégués às 23:12 | comentar | ver comentários (3) | favorito
10
Nov 16

Ah, os jornais!

Erro.jpg

 Foi a senhora da limpeza, ucraniana, que fechou a edição.

Helder Guégués às 22:13 | comentar | ver comentários (5) | favorito
Etiquetas: ,