Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

«Psiu/pst»

Ó faz favor!

 

      O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora — que já nos deixa interjeccionar — diz, e bem, que a interjeição pst se usa como forma de chamamento e que é sinónima de psiu. É tudo verdade, mas, no verbete de «psiu», não se pode limitar a dizer que é interjeição «empregada para impor silêncio».

 

[Texto 7406]

Ou isso

O mais próximo do que sabemos

 

      O original, em língua inglesa, fala de «Herodian, the Greek historian»; para o tradutor, é Heródoto. Ambos historiadores, vá lá, mas é um erro crassíssimo. Equivalente, digamos, ao Hermano José do zé-povinho.

 

[Texto 7405]

Cigarros indianos tradicionais

Dislexia?

 

      Será assim? «“Os goeses conseguiram uma síntese notável entre aquilo que era a herança indiana, aquilo que os portugueses trouxeram e, ainda, aquilo que conseguiram reinventar. Enfim, aprendi com o meu pai [Orlando da Costa] muitas coisas, desde aquilo que são os bidis — uns cigarros únicos em Goa, que ele fumava e que têm um cheiro especial —, assim como a cozinha indiana”, disse» («Costa sublinha a importância dada pela Índia à sua visita», Público, 12.01.2017, p. 8). Ou assim? «As perguntas não podiam deixar de passar pela relação pessoal do chefe de governo com esta região, que passa muito pela relação com o pai e sobre o que Orlando Costa lhe ensinou acerca da cultura local: “aprendi muitas coisas com o meu pai”, explica, enumerando “desde os viddis, que são uns cigarros únicos que se fumam aqui e que têm um cheiro maravilhoso (não estou a fazer a promoção do fumo), ou a cozinha indiana”» («Costa, o “babush” de Goa que regressa às raízes», Hugo Neutel, TSF, 11.01.2017, 9h36). Responda a imagem.

 

[Texto 7404]

Bidis.jpg

© http://www.30beedi.in/