Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

A citação trocada

Seixo antifilosofal

 

      Numa conferência de imprensa, o treinador do Vitória de Setúbal, José Couceiro, garantiu-nos que «o sonho comanda a vida, e nós... estou a citar Pessoa». Tenho quase a certeza de que Pessoa usou mais vezes a palavra «sonho» na sua poesia do que António Gedeão, mas aquele verso é de Gedeão. Oh! Na edição, pergunto, não podiam ✂ esta parte, pois estava ✗?

 

[Texto 7431]

Tradução: «in-depth interview»

Já foi inventado

 

      «In her first-ever in-depth interview» à Rolling Stone, «Michael Jackson’s daughter discusses her father’s pain and finding peace after addiction and heartache.» No Observador, dizem que «é a primeira entrevista profunda da modelo que faz capa da revista». Então não é entrevista de fundo que sempre se disse? Os jornalistas são as pessoas mais desonestas descuidadas à face da Terra.

 

[Texto 7430]

Léxico: «K7»

Mais curto

 

      «“Os maiores clientes da K7 são bandas de metal. Há uma cultura à volta do metal e não aceitam outro formato que não seja a cassete”, diz Armando Cerqueira. Temos inclusive situações em que nos pediam para aumentar o ruído de fundo da fita”, acrescenta o dono da editora [Edisco, Lda.], que herdou o negócio do pai» («O lado B da vida das K7», Bárbara Baldaia, TSF, 22.01.2017, 6h31).

      Cá está: K7, quando não havia necessidade absoluta, por falta de espaço ou outra razão, para se escrever assim. Vimos aqui o nome que isto tem.

 

[Texto 7429]