Léxico: «dicromata/tritanope»

Sem palavras

 

      «João Linhares [investigador da Universidade do Minho] esclarece que o olho humano tem a capacidade de distinguir dois milhões de cores, mas enquanto os anómalos (que têm alterações à sensibilidade da cor) veem entre 50% e 70% do total, os dicromatas (a quem falta um sensor) só veem até cerca de 10%. Os tritanopes, a quem falta o sensor dos azuis, são o tipo mais raro» («Lentes coloridas para daltónicos», Sandra Freitas, Jornal de Notícias, 23.07.2017, p. 18).

      O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, e não é o único, não regista nenhum destes termos.

 

[Texto 8051]

Helder Guégués às 20:58 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,