Léxico: «arabizante»

Pois, não conhecem

 

      «Dos palacetes arabizantes à ópera e à poesia, nomes como Alfredo Keil, Garret [sic], Gonçalves Crespo, Soares de Passos, Serpa Pimentel, João Lúcio ou Cândido Guerreiro, por exemplo, deram expressão a essa sensibilidade» (A Escrava de Córdova, Alberto S. Santos. Porto: Porto Editora, 2008, p. 11).

      Não é o único, mas o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora perdeu este verbete. Regista arabista, e já não é mau (é péssimo). Estão a contá-las?

 

[Texto 8107]

Helder Guégués às 06:15 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,