Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «criticidade»

Se precisarem, já sabem

 

      «“Estamos em condições de poder antecipar [sic] daqui por um mês uma situação de alguma criticidade na Barragem de Fagilde”, vincou [o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins]. A próxima reunião da Comissão de Gestão de Albufeiras decorrerá dentro de duas semanas, na Administração da Região Hidrográfica do Centro, para “ver que medidas podem ser tomadas para tentar minimizar os problemas”» («Se não chover, há risco iminente de falta de água na Barragem de Fagilde», Carlos Dias, Público, 3.10.2017, p. 17).

      Assim de repente, apanhado desprevenido, diria que é a primeira vez que tropeço nela. Mas crítico, neste sentido, não é anglicismo semântico? Bem, criticidade há-de servir pelo menos para traduzir criticality, ou não?

 

[Texto 8187]

Léxico: «outonada»

Vocação ou maldição?

 

      «As ondas de calor já não fustigam o Alentejo como em Junho, Julho e Agosto, mas as amplitudes térmicas (30º de máxima e 16º/18º de mínima) continuam elevadas. E ontem voltou o calor em força. Apenas os agricultores e os produtores pecuários persistem nas suas preocupações em relação à seca. Sabem que, se tardarem as “outonadas” (chuvas de Outono), as consequências serão dramáticas, sobretudo para o abeberamento do gado e para as sementeiras» («A seca alastra-se pelo país mas em pleno Alentejo desperdiça-se água», Carlos Dias, Público, 3.10.2017, p. 17).

      Eu sei, eu sei: repito-me muito, mas levei a peito melhorar o mundo, e quis logo começar — caprichos! — pelo Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Que, confirmem, não regista aquela acepção de «outonada» (e fazer compreender aos jornalistas que só em contextos metalinguísticos é que são precisas as aspas, alguma vez conseguirei?). «1. Outono; 2. tempo próprio do Outono; 3. colheita que se faz no Outono». Um fruto outonado, por exemplo, o que é? Sim, aqui já é adjectivo, que aquele dicionário não regista. Fruto outonado é o fruto atempado.

 

[Texto 8186]

Verbo «adequar»

Outra grande falha

 

      Um dos mais constantes leitores do Linguagista manda-me este excerto de um artigo e pergunta se a forma verbal está correcta: «Nunca um método será ideal para todas as mulheres, mas quanto maior for a escolha, menor “a possibilidade de a pessoa pensar ‘eu não faço contracepção porque não tenho nenhum método que se adeqúe ao meu estado de saúde’” [afirma Teresa Bombas, presidente da Sociedade Portuguesa de Contracepção]» («Já há uma app para controlar a fertilidade registada no Infarmed», Catarina Lamelas Moura, Público, 3.10.2017, p. 12).

      Sim, está correcta. É uma falha em que eu já reparara e lamentara: a Infopédia, para a conjugação, não indica a grafia anterior ao Acordo Ortográfico de 1990. Ou, para sermos mais rigorosos, não se sabe que norma está a seguir. Não se percebe a falha, pois para o restante léxico tem dois dicionários e, o que é mais, no caso dos verbos bastava um asterisco a indicar a outra grafia. Aqui entre nós, este verbo é esquisito e, como Cláudio Moreno, evito conjugá-lo. Se é defectivo? Para mim, não.

 

[Texto 8185]