20
Dez 17

Léxico: «snowbaby»

Já que falam nisso

 

      «Tina e Benjamin nem sequer conheciam o conceito. Investigaram, aconselharam-se e descobriram que era possível “adotar” embriões congelados por casais anónimos – para serem usados por casais incapazes de ter filhos – e conceber uma criança de forma natural, através da fertilização in vitro. Os especialistas em fertilidade chamam-lhes “snow babies”: potenciais vidas humanas à espera de nascer» («“Snow baby”: o bebé nasceu há um mês, mas o embrião tem 25 anos», Observador, 20.12.2017, p. 32).

      Na língua inglesa, em muitos casos, grafam-se indiferentemente com hífen ou sem hífen muitos termos. Neste caso, porém, creio que há apenas, com este sentido, uma grafia, que é snowbaby. Mas há vários termos inventados para designar o mesmo: «Crucibles of desperation, support, warmth and confusion, these forums make for alternately tragic or celebratory reading. Here complicated scientific terms are jettisoned in favour of more evocative, emotive language; embryos are ‘embies’, frozen embryos are ‘frosties’ or ‘snowbabies’» («IVF: the hidden story of Britains ‘snowbabies’», Anna Saunders, The Telegraph, 23.8.2010, 7h00).

 

[Texto 8494]

Helder Guégués às 21:31 | comentar | ver comentários (5) | favorito
Etiquetas:

«Ictiónimo» e ictiónimos

Guardemo-los

 

      «O salmão transgénico é o AquAdvantage e foi criado pela empresa norte-americana AquaBounty Technologies. É um salmão-do-atlântico (Salmo salar) ao qual foi acrescentado um gene do salmão-rei (Oncorhynchus tshawytscha), uma espécie comum do Pacífico. Esse gene regula o crescimento das células musculares e faz o salmão crescer duas vezes mais depressa. Ainda se juntou um gene do peixe-carneiro-americano (Zoarces americanus), para que o crescimento não fosse só sazonal» («Há um teste para detectar salmão transgénico e é português», Teresa Serafim, Público, 20.12.2017, p. 32).

      Não encontramos nem sequer um deles no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, e não faltam nele ictiónimos (mas também não acolhe ictiónimo...).

 

[Texto 8493]

Helder Guégués às 19:25 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «germanófono»

Temos alguns

 

      «O novo Governo da Áustria, uma coligação entre conservadores e extrema-direita, quer dar passaporte austríaco à minoria de língua alemã do Norte de Itália, mas prometeu consultar o Governo de Roma antes de legislar, pois arrisca reavivar uma velha ferida. A região do Alto Adige foi cedida à Itália pela Áustria depois da I Guerra Mundial e manteve sempre uma maioria de germanófonos» («Governo quer dar dupla nacionalidade a minoria italiana», Público, 20.12.2017, p. 28).

      Em português é Alto Ádige, mas, mais importante, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista germanófono, mas não deixa de acolher germanófobo.

 

[Texto 8492]

Helder Guégués às 19:23 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
20
Dez 17

Léxico: «semitonar»

Ouvido atento

 

      Luciana Abreu, gravidíssima, esteve ontem no Você na TV!, da TVI, para apresentar o seu mais recente álbum. Ficámos a saber que cantar grávida «é completamente diferente. Primeiro, desde que eu engravidei que fiquei com este ouvido tapado, e é logo meio caminho andado para eu semitonar, desafinar, por aí fora». O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora é que não sabe nada disto. No entanto, no VOLP da Academia Brasileira de Letras podemos encontrá-lo.

 

[Texto 8491]

Helder Guégués às 10:21 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,