03
Jan 18

Léxico: «sauropsídeo»

Face de lagarto

 

       «Uma das surpresas do estudo foi também a presença do gene e do seu açúcar num lagarto, o Anolis carolinensis. Para a equipa de cientistas, isto pode querer dizer que o antepassado mais recente dos sauropsídeos (o Anolis carolinensis pertence a este grupo) tinha um gene CMAH activo, que se pode ter perdido tanto na linhagem das serpentes como na de um antepassado das tartarugas, crocodilos e aves» («Como é que a carne vermelha se tornou uma das causas de cancro», Teresa Serafim, Público, 3.01.2018, p. 26).

      Sauropsídeos... Isso é muito recuado, não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Encontramo-lo no VOLP da Academia Brasileira de Letras.

 

[Texto 8541]

Helder Guégués às 22:09 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «bioinformática»

Muito avançado

 

      «Para armar a tal cilada, o trabalho de detective no laboratório de David Alvarez Ponce, onde já é habitual estudar-se a evolução dos genes e dos genomas em computador, socorreu-se da bioinformática» («Como é que a carne vermelha se tornou uma das causas de cancro», Teresa Serafim, Público, 3.01.2018, p. 26).

      Bioinformática... Isso é muito avançado, ainda nem chegou ao Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 8540]

Helder Guégués às 21:33 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «pastoral»

Nem aproximadamente

 

      «Contactado pelo PÚBLICO, o Patriarcado confirma que lhe chegou em Março a informação do desaparecimento das peças, tendo sido “determinado que o caso fosse apresentado à Polícia Judiciária”. Mas pouco mais adianta, além de que nesta altura já “o sacerdote em causa tinha sido substituído”, dois meses antes e a seu pedido, “não desempenhando actualmente qualquer cargo pastoral” (na realidade, ainda celebra missa na igreja da Madorna, na Parede). O Patriarcado termina o seu parco esclarecimento com uma observação: “Sem precipitar juízos que cabem aos tribunais, cumpra-se a lei e acompanhem-se as pessoas”» («Desaparecimento de arte sacra põe Judiciária atrás de padre», Ana Henriques, Público, 3.01.2018, p. 14).

      Agora digam-me se com a definição de pastoral que encontramos no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora («do trabalho coordenado do apostolado, em conjunto») chegamos a compreender exactamente do que se trata. Pois, bem me parecia. Temos de consultar o dicionário da Real Academia Espanhola para encontrar uma boa definição.

 

[Texto 8539]

Helder Guégués às 20:55 | comentar | favorito

O nosso jornalismo

Pobres leitores

 

      A Raríssimas já tem nova direcção. Para já, os jornalistas, e, com eles, nós, não sabem se se chama Margarida Laig ou Laygue. E porque não sabem? Ora, porque se esqueceram de ser jornalistas. Gostava de os ver nos Estados Unidos, ou até mesmo no Brasil, com nomes provenientes do mundo inteiro. Pobres leitores.

 

[Texto 8538]

Helder Guégués às 14:24 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
03
Jan 18

Léxico: «contravalor»

Para já, é isto

 

      «De acordo com o BdP, o contravalor do total de notas de escudo trocadas foi de 882.478,23 euros, dos quais 200.282,32 euros referentes às notas com data de prescrição a 1 de janeiro de 2018» («Portugueses trocaram quase 58 mil notas de escudo em três dias», TSF, 2.01.2018, 18h47).

      Pois, não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, como também não encontramos nele ecobotânico, porta-cocheira, varegue, onicectomia, avisino, biossimilar, geoarqueológico, segundo-comandante, profundímetro, coral-cérebro, germofóbico, auto-referencialidade... E recondicionar, pastoral e automobilizado precisam de ser revistos.

 

[Texto 8537]

Helder Guégués às 08:42 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,