14
Jan 18

«Ridiculizar»

Boas perspectivas

 

      O que me parece é que, se o homem nem sequer sabe o nome do partido, não merecia ser seu dirigente máximo. Fez-se justiça. Ah, distraí-me, eu queria falar disto: «Trump ridiculizou o líder norte-coreano como um “maníaco” e referiu-se a ele como “homem de foguete”» («Trump disse “tenho” ou “teria” boa relação com Kim Jong Un?», Rádio Renascença, 14.01.2018, 15h59). «Ridiculizou». Muito bem. Infelizmente, têm de continuar a tomar Memofante, pois é Kim Jong-un que se escreve.

 

      [Texto 8579]

Helder Guégués às 23:22 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «iatista»

Deixe-se disso

 

      No artigo do Público em que se fala do desincrustante biológico, a jornalista usou o termo iatista com a protecção sanitária das aspas. Enfim, uma pecha de muitos jornalistas e tradutores, que os editores não vêem. Deixe-se disso, Lurdes Ferreira. Iatista está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, onde também encontramos iatismo, que é — este sim — brasileirismo.

 

[Texto 8578]

Helder Guégués às 15:54 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
14
Jan 18

Léxico: «desincrustante»

Mais uma

 

      «Um desincrustante biológico não tóxico para cascos de navios ou uma aplicação digital para “iatistas” que chegam a terra são dois dos projectos que fazem a cara da Mare Startup, rede que junta 600 investigadores e diferentes valências de apoio a quem quer criar uma empresa inovadora na área do mar. Acaba de ser escolhida como caso de estudo para o programa de trabalho de economia do Oceano da OCDE» («“Há um gap no apoio à inovação empresarial”», Lurdes Ferreira, Público, 14.01.2018, p. 14).

      Desincrustante, adjectivo e substantivo, está no VOLP da Academia Brasileira de Letras. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não sabe o que é isso.

 

[Texto 8577]

Helder Guégués às 15:29 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,