20
Jan 18

"Atresia", "atrésia", ou ambas?

Uniformizar

 

      O Hospital Pediátrico de Boston uniu-se à Universidade de Sheffield para criar um robô que pode fazer intervenções cirúrgicas para curar a atresia esofágica (oesophageal atresia, para a legião de anglófonos que nos segue), que é, como se lê no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, a «falta congénita de uma abertura natural do organismo, ou o seu encerramento por uma formação anormal», e que afecta potencialmente uma em cada 4000 crianças à nascença. Acontece, porém, que no Dicionário de Termos Médicos o termo só aparece registado com acento, atrésia. Não convém nada que haja esta falta de uniformidade, porque ou se admitem ambas ou só uma. Estou a 30 quilómetros do meu exemplar do Vocabulário da Língua Portuguesa de Rebelo Gonçalves, mas sei que a Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira regista atrésia, ao passo que o VOLP da Academia Brasileira de Letras regista atresia.

 

[Texto 8604] 

Helder Guégués às 21:37 | comentar | ver comentários (6) | favorito

Léxico: «consagrado»

Bando de incréus

 

      «À tarde, o programa do Papa inclui um encontro com sacerdotes, seminaristas e consagrados e, depois, uma celebração Mariana [sic] em honra da Virgem de la Puerta, padroeira de Trujillo» («Francisco vai celebrar missa à beira-mar», Rádio Renascença, 20.01.2018, 11h07).

     Adivinharam: o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista esta acepção de consagrado. (Pois, não me esqueci: ainda não corrigiram a paupérrima — ou errada? — definição de pastoral.)

 

[Texto 8603]

Helder Guégués às 16:51 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Verbo espancado

Não perca a gramática

 

      Ah, o conjuntivo, o conjuntivo... Isilda Sanches, Antena 3, ontem às 17h28: «Não deixes que nos perdamos.» Isilda Sanches, em português não existe essa forma verbal. É «percamos». Todo o presente do conjuntivo: perca, percas, perca, percamos, percais, percam. Perdamos só se for em castelhano. Não pode ser assim tão à vontade, como afirmou certa vez numa entrevista: «Falo ao microfone como falo normalmente, fui perdendo as defesas.» Perca as defesas, não perca a noção do correcto.

 

[Texto 8602]

Helder Guégués às 15:03 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
20
Jan 18

Cabras sapadoras

Guerras de palavras

 

      «A Associação Nacional de Bombeiros Profissionais não contesta a importância do projecto, mas considera que a designação é “infeliz e desrespeitosa”. “Nem no tempo do Salazar, os bombeiros foram alvo de um tratamento tão pouco digno”, refere a ANBP» («​Polémica. Bombeiros contra designação “cabras sapadoras”», Rádio Renascença, 19.01.2018, 19h07).

      Sempre a puxar pelos galões. Eu quero lá saber que apareçam por aí macacos revisores. Aliás, acho que já os há.

 

[Texto 8601]

Helder Guégués às 14:34 | comentar | favorito
Etiquetas: