14
Fev 18

Léxico: «espada roupeira»

Uma parte da História

 

      «Pedro Brito, instrutor na Sala de Armas de Alapraia, em Cascais, escolheu como tema o uso da espada de Fiore dei Liberi, mestre esgrimista do século XIV, e uma segunda parte da tese dedicada à espada roupeira a partir do autor italiano Ridolfo Capoferro. [...] Na Escola Básica do Alto de Algés alunos entre os 7 e os 11 anos aprendem a manejar espadas. Travam combates, discutem as armas favoritas. Roupeiras, espadins, arcos, sabres, adagas. Cada um tem uma» («“En garde!” Praticar esgrima como o D’Artagnan», Joana Carvalho Reis, TSF, 14.02.2018, 10h26).

      O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora é que não sabe nada de espadas roupeiras. É uma parte da História de que ficamos privados.

 

[Texto 8743]

Helder Guégués às 16:15 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «fibrosar»

Parece-me bem

 

      «À medida que a intervenção avança, os monitores e ecrãs com imagens bidimensionais e tridimensionais permitem seguir todos os passos. Detecta-se um segmento calcificado, mas pouco se pode fazer. “As nossas válvulas são como as dos carros. O problema é que estão preparadas para 60 mil quilómetros quando hoje fazemos 80 mil. Com a idade, vão fibrosando, apertando”, ilustra Henrique Carvalho [director do laboratório de hemodinâmica do Hospital de Santo António]» («Os médicos que nos “desentopem” as artérias e salvam o coração», Alexandra Campos, Público, 14.02.2018, p. 14).

      Os lexicógrafos que dêem uma olhadela em manuais de Medicina, e logo concluirão que o verbo fibrosar se usa.

 

[Texto 8742]

Helder Guégués às 10:07 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
14
Fev 18

Léxico: «nitroglicerina»

Pode assustar alguém

 

      «Poderá deixar de sentir aquele “mal-estar no peito” que o acomete sempre que acelera o passo e quase dispensar o comprimido de nitroglicerina que lhe deram para pôr debaixo da língua em caso de emergência» («Os médicos que nos “desentopem” as artérias e salvam o coração», Alexandra Campos, Público, 14.02.2018, p. 14).

      E quando é que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora refere no verbete de nitroglicerina que a substância também tem uso na medicina? É que os benefícios da nitroglicerina para os cardiopatas já foram descobertos por Lauder Brunton em 1867.

 

 [Texto 8741]

Helder Guégués às 10:06 | comentar | ver comentários (1) | favorito