Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Linguagista

Léxico: «cipo»

E ainda mais

 

      «Durante o percurso feito “num carro alentejano, aos solavancos, ora por campos, ora por desertos”, o investigador deparou-se com um cipo (coluna com inscrições tumulares) e a indicação do proprietário das terras de que ali tinham aparecido “muitas moedas de cobre, e uma de prata, como um tostão”» («Villa romana “Cidade das Rosas” vai ser recuperada», Carlos Dias, Público, 31.03.2018, p. 14).

      O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora regista cipo, pois sim, mas falta-lhe uma acepção: «1. coluna truncada que os antigos punham em cima das sepulturas; 2. marco miliário; 3. coluna com inscrições; 4. pedra tumular; 5. tronco de uma família». Cinco acepções, o que mostra bem que esta coluna curta ou pilar quadrangular tinha vários usos — mas falta indicar que era usada também para marcar os limites de um campo, de um terreno.

 

[Texto 8989]

Léxico: «avental abdominal»

Também desconhece

 

      «O avental abdominal pode e deve ser corrigido por razões plásticas e por razões higiénicas. Nos grandes aventais, também se colocam questões mecânicas, pois o avental puxa para baixo» (Pensar Perder o Peso Que Pesa, Isabel do Carmo. Alfragide: Publicações D. Quixote, 6.ª ed., 2013).

      Não sabia que se lhe dava este nome, mas é bastante sugestivo. Não por acaso, em inglês (vá, legião, refocila aqui) também é abdominal apron. Não sei se está em algum dicionário; sei que não está no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Se se trata apenas de pele e tecido adiposo, esse avental toma o nome, que, neste caso, o dicionário da Porto Editora regista, de panículo, «pequeno pano, paninho», em latim.

 

[Texto 8988]