22
Jun 18

Léxico: «animal de companhia»

Não é só a lei

 

      «A AHRESP [Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal] critica o facto de a lei não ser clara em vários aspetos, nomeadamente quanto ao conceito de “animal de companhia” (que espécies são incluídas nesta definição), ao número de animais permitidos, em simultâneo, num estabelecimento, e à necessidade de os animais usarem uma trela curta ou estarem devidamente acondicionados, assim como a possibilidade de poder ser recusado o acesso aos animais que, pelas suas características, comportamento ou eventual doença ou falta de higiene, perturbem o restaurante» («A partir de 2.ª feira, pode levar o seu cão a tomar café. Mas lei não é clara...», Rui Silva e Rita Carvalho Pereira, TSF, 22.06.2018, 18h29).

    À pressa, já se vê que não podia sair bem, ainda que fosse imediatamente óbvio que seria das primeiras dificuldades na aplicação da lei. Grandes legisladores temos nós. Curiosamente, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista a expressão animal de companhia.

 

[Texto 9482]

Helder Guégués às 18:46 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «interdição»

Vamos lá com calma

 

      Veio parar-me à caixa de correio electrónico uma questão que me levou a estoutra: interdição, lê-se no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, é a «situação jurídica de uma pessoa que se encontra privada do exercício dos seus direitos». Não exageremos, não é? Na interdição (e na inabilitação), há uma coarctação do exercício de direitos, não a privação de todos os direitos do visado.

 

[Texto 9481]

Helder Guégués às 13:18 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «patofisiologia/patofisiológico»

Andam por aí

 

      «“Não podemos dizer se os herpesvírus são a principal causa da doença de Alzheimer, mas o que é claro é que perturbam e participam nas redes diretamente subjacentes na patofisiologia da Alzheimer”, afirmou, citado em comunicado da universidade, um dos autores do estudo, Joel Dudley, professor de genética e ciências genómicas» («Cientistas sugerem ligação entre Alzheimer e presença de vírus no cérebro», Rádio Renascença, 22.06.2018, 10h00).

      Patofisiologia e patofisiológico ­— andam ambos por aí, mas não os encontramos no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 9480]

Helder Guégués às 12:44 | comentar | ver comentários (3) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «indexante»

Há sempre um que tem

 

      «“A partir de janeiro de 2019, se o rendimento relevante mensal médio como trabalhador independente, apurado trimestralmente”, for igual ou superior a 4 Indexantes de Apoios Sociais (IAS) este fica “obrigado ao pagamento de contribuições correspondente ao rendimento relevante que ultrapasse aquele limite”, lê-se numa nota enviada por email» («Eliminadas isenções para recibos verdes», Beatriz Ferreira, Correio da Manhã, 22.06.2018, p. 31).

      Indexante. No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: ✘. No VOLP da Academia Brasileira de Letras: ✔.

 

[Texto 9479]

Helder Guégués às 10:35 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «polílogo»

Está bem, mas...

 

      Hélia Correia participou na Cimeira dos Autores Europeus de Berlim. Um grande fórum, vai daí: «Sim, diálogo a muitas vozes, muitas vozes mesmo. Já não será diálogo, será outra coisa. Um polílogo, se quiser», respondeu à jornalista Joana de Sousa Dia, na TSF. Monólogo, diálogo... polílogo. Está bem, mas polílogo é aquele que disserta facilmente sobre diversos assuntos, única acepção acolhida nos dicionários. Em alguns, pois o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora desconhece o vocábulo.

 

[Texto 9478]

Helder Guégués às 09:47 | comentar | ver comentários (5) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «votação indiciária»

Para a cultura política

 

      «A proposta do PS, aprovada em votação indiciária, estabelece que “os titulares de cargos políticos de natureza executiva não podem exercer, pelo período de três anos contado da data da cessação do mandato, quaisquer funções de trabalho subordinado ou consultadoria em organizações internacionais com quem tenham estabelecido relações institucionais em representação da República Portuguesa”» («Deputados aprovam “período de nojo” de governantes para cargos internacionais», Rádio Renascença, 21.06.2018, 22h37).

      Aparece de quando em quando na imprensa, com mais frequência nos últimos tempos, e por isso sugiro que seja dicionarizada. A votação indiciária segue-se a um processo para averiguar se as propostas apresentadas têm viabilidade ou se se indicia a sua inviabilidade, uma vez que só o plenário é competente para tomar a deliberação final.

 

[Texto 9477]

Helder Guégués às 08:08 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «período de nojo»

Mais preciso

 

      «A Comissão Eventual para a Transparência aprovou um “período de nojo” de três anos para os titulares de cargos políticos executivos poderem trabalhar ou ser consultores em organizações internacionais com quem tenham interagido em representação de Portugal» («Deputados aprovam “período de nojo” de governantes para cargos internacionais», Rádio Renascença, 21.06.2018, 22h37).

      Isso mesmo, e por isso eu sugeria a seguinte alteração na definição de período de nojo do Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: «figurado POLÍTICA lapso de tempo estabelecido por lei, definido no regime jurídico de incompatibilidades e impedimentos dos titulares de cargos públicos e altos cargos públicos, durante o qual os titulares de cargos políticos executivos, após a cessação de exercício de funções públicas, não podem assumir cargos em empresas privadas cujas actividades e interesses se inscrevam em sector por eles directamente tutelado no período do respectivo mandato; Brasil quarentena».

 

[Texto 9476]

Helder Guégués às 07:42 | comentar | favorito
22
Jun 18

Léxico: «cernelha»

De alguns animais

 

      «Altura ideal: 1,60 metros medidos à cernelha que, para os leigos em anatomia equestre, corresponde ao intervalo entre a nuca e a zona lombar do cavalo» («Puro Sangue Lusitano. O cavalo mais belo do mundo que vale um milhão», André Rodrigues, Rádio Renascença, 21.06.2018).

      Muito boa definição, essa. Por isso, proponho que a definição de cernelha no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora passe a ter a seguinte redacção: «parte do corpo de alguns animais onde se juntam as espáduas, entre a nuca e a zona lombar». Sim, «de alguns animais».

 

[Texto 9475]

Helder Guégués às 07:33 | comentar | ver comentários (1) | favorito