31
Jul 18

Léxico: «canarinho»

Nem só de futebol

 

      «Portugal envia 50 “canarinhos”» (Correio da Manhã, 25.07.2018, p. 7). Um leitor que não passar do título, se não souber o que significa canarinho, não vai perceber. Ora bem, todos os dicionários registam a palavra na sua acepção desportiva, digamos: relativo às seleções desportivas brasileiras, que têm como cor predominante dos seus equipamentos o amarelo. É assim com os elementos que integram a Força Especial de Bombeiros Canarinhos (FEB), os tais bombeiros especiais que apagam incêndios sem água.

 

[Texto 9709]

Helder Guégués às 14:00 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,
31
Jul 18

Os gentílicos desconchavados

Irresponsáveis

 

      «Assisti aos atenienses a refugiarem-se no mar como fizeram um dia para escapar aos Persas, mas desta vez o inimigo não tem rosto nem estandarte. Contra quem lutamos nós, os gregos? Contra o clima? Contra nós mesmos? Ou simplesmente contra a vontade caprichosa dos deuses?» («Nós, os gregos», Nuno Camarneiro, Diário de Notícias, 25.07.2018, 7h00).

      É a tal prática desconchavada de grafar os gentílicos antigos com maiúscula e os gentílicos modernos com minúscula. Apanham-se sem um revisor a vigiar, e toca a disparatar.

 

[Texto 9708]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,
30
Jul 18

Tradução: «responsive»

Irresponsáveis

 

      «A cantora norte-americana Demi Lovato foi hospitalizado [sic] devido a uma aparente overdose de heroína, avança o site TMZ. [...] De acordo com uma fonte da família, Demi está a reagir bem ao tratamento. “Está acordada e responsiva”, refere a tia Kerissa Dunn» («Demi Lovato hospitalizada devido a “overdose”», Rádio Renascença, 24.07.2018, 21h58).

      Vão ao sítio da TMZ e é só traduzir às três pancadas: «Demi’s aunt, Kerissa Dunn, posted on social media that Demi is “awake and responsive.”» Acham acaso que isto é português? Vá lá o jornalista perguntar à sua tia se está «responsiva».

 

[Texto 9707]

Helder Guégués às 14:00 | comentar | ver comentários (2) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,
30
Jul 18

Léxico: «biorresíduo»

Não custa nada, afinal

 

      Então no texto em inglês é usado o termo biowaste e os nossos dicionários não lhe sabem dar resposta? Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, chega-te à frente. Então não é, como vejo até em regulamentos camarários, biorresíduo que se diz? Sim, biorresíduo, que se costuma distinguir entre resíduo verde, que é o resíduo proveniente da limpeza e manutenção de jardins das habitações, nomeadamente aparas, troncos, ramos, corte de relva e ervas (de que Cascais, pelo que vejo, deve ser campeão), e resíduo alimentar, o resíduo proveniente das cozinhas das habitações, das unidades de fornecimento de refeições e de retalho e os resíduos similares das unidades de transformação de alimentos.

 

[Texto 9706]

Helder Guégués às 09:00 | comentar | ver comentários (1) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,
29
Jul 18
29
Jul 18

Léxico: «complexo turístico»

Confusão à vista

 

      «A criança estava com os pais de férias no complexo turístico na Arrábida. [...] O incidente aconteceu na terça-feira passada, 17 de julho. O menino ficou preso no filtro da piscina, localizada numa casa de turismo rural» («MP abre inquérito a morte de criança em piscina», Rádio Renascença, 24.07.2018, 20h04).

      Há complexos turísticos como turismo rural? Duvido, mas a confusão parece ser outra. Infelizmente, os dicionários não ajudam, pois não acolhem a expressão «complexo turístico». Na Infopédia, só em dicionários bilingues, mas isso pouca utilidade tem. Complexe touristique. Aqui, vejo esta definição: «Ensemble d’installations hôtelières et d’équipements de loisirs aménagés en un lieu par un même promoteur.»

 

[Texto 9705]

Helder Guégués às 06:00 | comentar | favorito | partilhar
Etiquetas: ,
28
Jul 18
28
Jul 18

Léxico: «baixo-alentejano/alto-alentejano»

Como pode isso ser?

 

      «Com efeito, ao longo das últimas semanas, os coordenadores do movimento Florival Baiôa e o humorista Bruno Teixeira fizeram insistentes apelos à comunidade baixo-alentejana para que fossem ver a aterragem, explicando que era fundamental contar com a presença dos cidadãos de forma a testemunharem este momento “histórico”» («“Chegou ao Aeroporto de Beja uma avioa que vem prenhe”», Carlos Dias, Público, 24.07.2018, p. 14).

      Ó Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, então tu não te envergonhas de registar baixo-astral e alto-astral e não acolheres baixo-alentejano e alto-alentejano?!

 

[Texto 9704]

Helder Guégués às 06:00 | comentar | ver comentários (3) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,
27
Jul 18
27
Jul 18

Léxico: «dendropirologia»

Até na rádio

 

      No dia 24 de Julho, ao final da tarde, ouvi um bom programa na Antena 1 sobre as alterações climáticas e o estudo das árvores. Uma especialista usou a palavra «dendropirologia», que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora desconhece. Por favor, façam crescer os dicionários! Acrescentem dendropirologia, dendroglaciologia, dendrogeomorfologia... Não raro (cá está o advérbio), os dicionários são a primeira porta para o conhecimento.

 

[Texto 9703]

Helder Guégués às 08:16 | comentar | ver comentários (1) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,