01
Jul 18

Léxico: «molengo»

Claro que se usa

 

      «(Rui pensa: ¿Não valerá a pena regressar ao homem primitivo? Força, gozo, carne. A luta! Mas uma luta brutal que rompa serena e potente. Êle, Rui, era um chocho e um molengo. ¿Ou não teria isto nada que ver com o romance de Fernando?)» (O Caminho Fica Longe, Vergílio Ferreira. Lisboa. Inquérito, 1943, p. 50).

      Molengo. No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: ✘. Na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira: ✔.

 

[Texto 9533] 

Helder Guégués às 15:36 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
01
Jul 18

Léxico: «crocância»

Nada de arrojado

 

       «Falha na “Tempura de espargos com guacamole” (€8,90) pela ausência de ‘crocância’, característica do polme japonês, e pelo excesso de cozedura dos espargos, molengos e sensaborões» («A união dos “átonos”», Fortunato da Câmara, «Revista E»/Expresso, n.º 2383, 30.06.2018).

       Eu também tenderia a dizer que não precisamos dela, mas não é o que a generalidade dos falantes pensa e, afinal, de «estaladiço» também não temos substantivo. O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, que já acolhe crocante, terá de se render, mais tarde ou mais cedo, a crocância. (Fortunato da Câmara, não gaste tantas aspas.)

 

[Texto 9532]

Helder Guégués às 14:16 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,