15
Set 18

Léxico: «chelique/chilique»

Depende do dicionário

 

      «Provavelmente nada será como dantes no CDS. Assunção Cristas, que em casa é tratada por “Becas”, foi ao programa 5 para a Meia-Noite (RTP) e revelou um segredo. Avancemos sem demora para a coisa (rufar de tambores): “Tomei banho em pelota com estranhos.” Sim, “em pelota”, foi a própria que o disse. Naquele momento, por certo, umas centenas de militantes do CDS tiveram um chelique» («O segredo. “Becas” tomou banho em pelota no Japão», Público, 15.09.2018, p. 15).

      Escreve-se, como sabem, chelique ou chilique. O mais estranho é que no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora só encontramos chilique, «desmaio; fanico»; já o Dicionário de Termos Médicos acolhe os dois, mas, neste caso, já não é mero fanico, essa coisa de trazer por casa, mas um muito mais sério «pequeno desmaio de tipo histérico ou psicótico». Assim, segundo o dicionário que consultemos, já podemos ter tido ou não um chilique.

 

[Texto 9923]

Helder Guégués às 18:45 | comentar | ver comentários (2) | favorito | partilhar

Léxico: «gurca»

Estão escondidos

 

      «Os gurcas são extremamente silenciosos e ninguém dá pela presença deles» (Repórter de Guerra, Luís Castro. Alfragide: Oficina do Livro, 2007, p. 193).

      Posso testemunhá-lo: não damos por eles no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. Estão escondidos num dicionário bilingue. No VOLP da Academia Brasileira de Letras: ✓.

 

[Texto 9922]

Helder Guégués às 14:29 | comentar | ver comentários (1) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,

Léxico: «diatético»

Disposição moral

 

      Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, registas diatésico, mas não diatético, variante. (No VOLP da Academia Brasileira de Letras: ✓.) Pior, no verbete de diátese, falta precisamente a acepção que mais encontro — disposição moral caracterizada por morbidez.

 

[Texto 9921]

Helder Guégués às 14:28 | comentar | ver comentários (1) | favorito | partilhar

Léxico: «águia-audaz/águias-audazes»

Pensemos um pouco

 

      «Um homem foi acusado pela justiça australiana por ter matado pelo menos 137 de [sic] águias-audaz, considerada a maior ave de rapina da Austrália, que está classificada como espécie protegida» («Homem acusado de matar mais de uma centena de águias», Diário de Notícias, 13.09.2018, 21h14).

      Os jornalistas é que nunca têm dúvidas. Não conhecia estas águias (esta marca de águias, diria Germano Almeida), que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista. Mas sei, por exemplo, que pombo-torcaz*, semelhante, pluraliza em pombos-torcazes. Logo, o plural de águia-audaz (Aquila audax) será águias-audazes. É a única solução de acordo com a nossa língua.

 

[Texto 9920]

 

      * É interessante ver como se estabeleceram três variantes: torcaz, trocaz e torquaz.

 

Helder Guégués às 11:01 | comentar | ver comentários (2) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,
15
Set 18

Léxico: «oxibiodegradável»

Vamos ouvir falar disto

 

      «Num relatório sem força de lei, aprovado por 597 deputados e rejeitado por 15, o Parlamento Europeu quer incentivos para a recolha de lixo no mar, o fim do plástico oxibiodegradável e os microplásticos nos cosméticos e nos produtos de limpeza até 2020» («Da mudança da hora à cláusula-passarela: saiba as alterações anunciadas no Parlamento Europeu», César Avó, Diário de Notícias, 15.09.2018, 6h27).

      Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, já percebi que não sabes o que é oxibiodegradável.

 

[Texto 9919]

Helder Guégués às 09:57 | comentar | ver comentários (1) | favorito | partilhar
Etiquetas: ,