01
Out 18

Léxico: «imunoterapia»

Podemos fazer muito melhor

 

      «A descoberta dos dois investigadores em imunoterapia [James P. Allison e Tasuku Honjo] que venceram esta segunda-feira o Prémio Nobel da Paz é revolucionária e traz esperança renovada para os doentes com cancro, considera o investigador português José Carlos Machado [especialista em alterações genéticas, do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular, da Universidade do Porto]. [...] O primeiro medicamento de imunoterapia foi aprovado em 2011 e tem sido usado num vasto numero [sic] de doentes com resultados muito positivos» («Descoberta que valeu Nobel da Medicina é “revolucionária” e já se usa em Portugal», Rádio Renascença, 1.10.2018, 16h12).

      Sejamos justos: a definição de imunoterapia no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não nos leva muito longe. «MEDICINA tratamento que actua ao nível do sistema imunitário».

 

[Texto 10 035]

Helder Guégués às 22:53 | comentar | ver comentários (4) | favorito

«Info-entretenimento», de novo

Inevitável

 

      «Esta evolução é acompanhada de um reforço do equipamento, incluindo novas combinações de cores na carroçaria e no habitáculo, faróis LED adaptativos opcionais, novos menus para o sistema de info-entretenimento iDrive, hospot WiFi e carregador de telemóvel sem fios. A curto prazo, também vai estar disponível um pacote desportivo, com suspensão rebaixada em 10 mm e jantes de 20 polegadas» («BMW i3 vai mais longe com nova bateria», Motor 24, 1.10.2018, 12h18).

      Desta vez, até está bem escrito. Não te atrases, Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 10 034]

Helder Guégués às 14:54 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «pseudocereal»

É bom saber

 

      «Ainda assim, a nutricionista Teresa Carvalho [da Associação Portuguesa de Nutrição] aconselha a combinar alimentos “como os cereais integrais e os pseudocereais (como o trigo sarraceno) com fontes de proteína de origem vegetal, nomeadamente as leguminosas como o grão, o feijão, as lentilhas, as ervilhas e os derivados das mesmas, como é o caso do tofu”» («E a proteína? Sete mitos sobre o vegetarianismo», Sara Beatriz Monteiro, TSF, 1.10.2018, 11h27).

      «Os pseudocereais – o amaranto, a quinoa e o trigo sarraceno – não pertencem à família dos cereais (gramíneas) mas que [sic] têm características similares, sobretudo o facto de serem boas fontes de hidratos de carbono», lê-se aqui. Agora já sabes, Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 10 033]

Helder Guégués às 14:07 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «martírio»

Não agora, no século XXI

 

   Uma personagem de banda desenhada responde, quando lhe perguntam o que é o martírio, que é padecer uma dor física ou espiritual, por defender a fé, a justiça ou a paz. Nos nossos dicionários, porém, é muito menos do que isto, e inteiramente centrado no Cristianismo. Está mal. Por todos, veja-se mártir no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora: «RELIGIÃO pessoa que sofreu tormentos ou a morte pela fé cristã». Esta visão cristianocentrista já devia ter sido ultrapassada. Aliás, nem sequer os dirigentes da Igreja Católica a partilham. Nem Jorge Mario Bergoglio, nascido em 1936 e 266.º papa por obra do Espírito Santo, pensa desta maneira.

 

[Texto 10 032]

Helder Guégués às 11:26 | comentar | ver comentários (2) | favorito

Léxico: «telessaúde», «telemonitorização»

Porque são novas

 

      «A telemonitorização – que neste ano está a ser desenvolvida em oito hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) – é uma das subáreas da telessaúde, um tema em discussão no simpósio Telehealth for Chronic Diseases: Integrated Patient-centric Solutions, evento integrado no 27.º Congresso da EAHM – European Association of Hospital Managers, que decorreu na sexta-feira no Centro de Congressos do Estoril» («Das consultas à distância ao controlo de doenças crónicas. A telessaúde está aí», Joana Capucho, Diário de Notícias, 1.10.2018, 6h17).

      Mais duas que andam por aí e tu desconheces, Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora.

 

[Texto 10 031]

Helder Guégués às 09:17 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «ano hidrológico»

Da maior actualidade

 

      «Vamos meter água? Vamos a isso. Sabe por que razão dia 1 de Outubro é o Dia Nacional da Água? Porque é o primeiro dia do ano hidrológico que termina a 30 de setembro do ano seguinte. E inicia-se no mês de outubro por ser a época onde as reservas hídricas atingem o seu mínimo e onde começa o período chuvoso do ano» («Porque é que 1 de outubro é o Dia Nacional da Água?», André Rodrigues, Rádio Renascença, 1.10.2018). Não estaria mal que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora registasse ano hidrológico, já que acolhe tantos outros.

 

[Texto 10 030]

Helder Guégués às 08:47 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «califal»

Nem vestígios nos dicionários

 

      «E a posse do Hejaz, onde se encontram as cidades santas de Meca e Medina, assegurava ao sultão de Constantinopla a supremacia espiritual sôbre todos os muçulmanos, demais porque se apoderara igualmente, como sabemos, da dignidade califal» (Árabes e Muçulmanos. Greis Sarracenas e o Islão Contemporâneo, quinto livro, Eduardo Dias. Lisboa: Livraria Clássica Editora, 1940, p. 237).

 

[Texto 10 029]

Helder Guégués às 08:35 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
01
Out 18

Léxico: «cacida»

Nada de nada

 

      «E assim perdura estática, amodorrada, quanto a civilização, com o presente igual ao passado e sem esperanças de modificação no futuro, a velha Arábia das cacidas e dos profetas» (Árabes e Muçulmanos. Greis Sarracenas e o Islão Contemporâneo, quinto livro, Eduardo Dias. Lisboa: Livraria Clássica Editora, 1940, p. 236).

      A cacida é o nome que tem em árabe todo o poema de certa extensão, palavra que se encontra em muitas e muitas obras em língua portuguesa. Que encontro, por exemplo, na Grande Enciclopédia Portuguesa e Brasileira. Nos modernos dicionários? Nada de nada.

 

[Texto 10 028]

Helder Guégués às 08:23 | comentar | favorito
Etiquetas: ,