18
Out 18

Silabada ou convicção?

Antes surdo

 

      Está a passar agora O Esplendor de Portugal, na Antena 1. Rui Pêgo, o moderador, há minutos falava do caso do jornalista saudita Kashoggi e de «Âncara». Assim mesmo. Só não sei se foi silabada, se convicção. Estou que foi convicção, ou corrigir-se-ia. Talvez um dia venha a saber.

 

[Texto 10 144]

Helder Guégués às 19:58 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

«Inquérito por amostra»

Anda lá perto

 

      «Apenas 11 em 806 turistas inquiridos dizem que não se sentem seguros em Portugal — 98% consideram-se em segurança, de acordo com um inquérito da Universidade Nova de Lisboa (Information Management School e o Instituto Português de Relações Internacionais) realizado em quatro cidades que são destinos turísticos importantes: Lisboa, Porto, Faro e Sintra (vila). No entanto, 60% dos turistas sentem-se ainda mais seguros no seu país de origem. [...] A nacionalidade mais representativa deste inquérito-amostra são os espanhóis, com cerca de 16%, seguidos pelos alemães, brasileiros, franceses e ingleses, com 15,6%, 15,5%, 10,4% e 9,9%, respetivamente. Os inquéritos foram realizados em março e junho deste ano» («98% dos turistas sentem-se seguros em Portugal», Valentina Marcelino, Diário de Notícias, 17.10.2018, 6h25).

      Não é assim que se diz, mas inquérito por amostra, ou seja, das características da amostra passa-se para as da população em geral, o que se faz por meio de cálculo de estimativas.

 

[Texto 10 143]

Helder Guégués às 15:20 | comentar | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «concursal»

É a oportunidade

 

      «“A investigação, centrada na atividade de uma pessoa coletiva pública, determinou a existência de um esquema generalizado, mediante a atuação concertada de quadros dirigentes, de viciação fraudulenta de procedimentos concursais e de ajuste direto com o desiderato de favorecer primacialmente grupos de empresas, contratação de recursos humanos e utilização de meios públicos com vista à satisfação de interesses de natureza particular, assinala a PJ, através da sua Diretoria do Norte» («Presidente do Turismo do Norte detido pela PJ», TSF, 18.10.2018, 13h06).

      É evidente que a definição de concursal no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora está incorrecta: «relativo ou pertencente a concurso (prestação de provas por candidatos a emprego)». Não diz respeito somente a concursos para emprego, como se sabe e se vê.

 

[Texto 10 142]

Helder Guégués às 13:24 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «euro-região»

Está noutros

 

      «Um relatório divulgado sobre incêndios na eurorregião Norte de Portugal-Galiza, alerta que os fogos de 2017 permitem antecipar a chegada de uma nova tipologia de incêndios, caracterizados por “tempestades de fogo”, como a registada em Pedrógão» («Relatório fala em nova geração de incêndios e antecipa mais “tempestades de fogo” como a de Pedrógão», Rádio Renascença, 18.10.2018, 10h18).

      Euro-região. Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, e se alguém te perguntar? 

 

[Texto 10 141]

Helder Guégués às 11:43 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «avatar»

Já não é só isso

 

      «O projeto é da responsabilidade do ISEP [Instituto Superior de Engenharia do Porto] e funciona com um sistema simples de perguntas, às quais um avatar responde. Português, cipriota, grego, alemão, esloveno e inglês — o tradutor de língua gestual cobre seis idiomas e está instalado na estação do metro dos Aliados, em plena baixa do Porto» («Metro do Porto inaugura o primeiro tradutor de língua gestual», Rute Fonseca, TSF, 18.10.2018, 7h33).

      Sobre a língua cipriota, tenho muitas dúvidas (e os lexicógrafos, pelo que vejo, também). Sobre a definição de avatar que encontramos nos dicionários, também. No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, por todos: «INFORMÁTICA (internet) representação gráfica de um utilizador numa comunidade virtual». É claro que já não é apenas isso.

 

[Texto 10 140]

Helder Guégués às 09:17 | comentar | ver comentários (2) | favorito

Léxico: «queijófilo»

Pode fazer falta

 

      «A Fromagerie Portuguesa vai ser palco de uma “Tertúlia de Queijos”, ou seja, uma degustação para verdadeiros queijófilos. O evento está marcado para quarta-feira, dia 17 de Outubro, às 18h30, e tem convidados de luxo» («Fromagerie Portuguesa propõe degustação para verdadeiros queijófilos», «Ócio»/Diário de Notícias, 17.10.2018).

      Também eu era um grande queijófilo, mas, depois de descobrir que o queijo me causava terríveis e frequentes enxaquecas, é alimento que reduzi em 90 % na minha alimentação; proporcionalmente, também as enxaquecas se viram reduzidas em 90 %.

 

[Texto 10 139]

Helder Guégués às 08:48 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «ronda»

Sempre quis saber

 

      «O surfista português Francisco Morais apurou-se esta quarta-feira para a terceira ronda do Meo Rip Curl Pro Portugal, 10.ª e penúltima etapa do circuito mundial, ao vencer o brasileiro Yago Dora na repescagem» («Kikas passa à terceira ronda em Peniche», Nuno Fernandes, Diário de Notícias, 17.10.2018, 15h41).

      O Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora não regista, em ronda, nenhuma acepção relacionada com o desporto, isto quando se usa frequentemente. Já quanto a respescagem, sim, acolhe esta acepção: «fase de um exame ou de uma competição desportiva, em que aqueles que tinham sido eliminados anteriormente disputam o direito de competir com os restantes participantes».

 

[Texto 10 138]

Helder Guégués às 08:46 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Catânia

Pior do que nos jornais?

 

      «O flanco sudeste do monte Etna, o vulcão mais ativo da Europa, está a deslizar para o mar, diz um estudo publicado na semana passada na revista Science Advances. [...] O Etna situa-se na parte oriental da Sicília, entre as províncias de Messina e Catânia» («Monte Etna está a deslizar para o mar e pode causar tsunami no Mediterrâneo», Patrícia Jesus, Diário de Notícias, 17.10.2018, 10h21).

      Catânia. Parece-me bem. Ora, num texto de apoio da Infopédia sobre este vulcão, a opção foi outra: «Vulcão localizado na Sicília, Itália, perto de Catania, o Etna é um dos vulcões mais ativos do Mundo e o maior da Europa. Ergue-se a uma altitude de 3350 m e a sua base ronda os 2400 km.»

 

[Texto 10 137]

Helder Guégués às 08:44 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «Ticão»

De novo

 

      «Carlos Alexandre, o juiz do Tribunal Central de Investigação Criminal (Ticão), que decretou a prisão preventiva do ex-primeiro-ministro José Sócrates, diz que sorteio de atribuição do processo não é 100 por cento aleatório: “Há uma aleatoriedade que pode ser maior ou menor consoante o número de processos de diferença que exista entre mais do que um juiz.” [...] No Tribunal Central de Instrução Criminal, vulgo Ticão, o sorteio é sempre supervisionado por um juiz, que ali está como garantia da legalidade. Em alguns tribunais cíveis a distribuição é feita automaticamente, pelo computador. A distribuição manual exige sempre a presença de um juiz» («É possível manipular o sorteio de juízes? Sim, mas fica tudo registado», Graça Henriques e Valentina Marcelino, Diário de Notícias, 17.10.2018, 19h58).

      É a segunda vez que referimos aqui o nome por que é conhecido o Tribunal Central de Investigação Criminal, cuja sigla (TCIC) a Infopédia regista.

 

[Texto 10 136]

Helder Guégués às 08:42 | comentar | favorito
Etiquetas: ,
18
Out 18

Léxico: «escalador»

Quase nada se fica a saber

 

      «O maduro, além da pesca no mar, tinha ainda que fazer o tratamento do peixe, que era dividido pelo troteiro, o parte-cabeças, o escalador, e o salgador, sendo estes dois últimos recompensados com um ordenado extra por o seu trabalho ser mais especializado e ainda, no caso do escalador, mais perigoso, visto que estava encarregado de retirar a espinha do bacalhau com uma faca extremamente afiada» (As Carreiras, Armando Moreno. s/l: Edição SOPEM, 1982, p. 344).

      Falemos apenas de escalador. Se o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora o define meramente como «que ou aquele que escala», pouco, quase nada, se fica a saber. Afinal, tanto temos o escalador de montanhas, o que pratica escalada, como aquele a que se refere o excerto citado, o trabalhador que, a bordo de barcos de pesca, amanha, prepara o peixe.

 

[Texto 10 135]

Helder Guégués às 08:31 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,