19
Nov 18

Léxico: «despistar»

Para terminar o dia

 

      Outra simples, para acabar o dia: «para despistar saturnismo», escrevi eu no outro texto. Ora, esta acepção de despistar — empregada todos os dias por esse País fora, talvez mais por enfermeiros do que por barbeiros — não a encontramos no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora. O verbo despistar é muito curioso: já viram que tanto pode sgnificar fazer perder a pista como descobrir a pista? Sim, temos outros, decerto, como arrendar, que tanto significa ceder como obter o uso de um bem imóvel por prazo e preço estipulados.

 

[Texto 10 313]

Helder Guégués às 23:46 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «saturnismo»

Se é mais, tem de ser melhor

 

      Ainda outra coisa simples. Saturnismo: «MEDICINA intoxicação pelo chumbo, frequente nos pintores e, antigamente, nos cheiradores de rapé, por causa dos invólucros» (in Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora). Quando se diz um pouco mais, temos de ser mais precisos. Os dicionários de língua inglesa definem o termo em três palavras: «chronic lead poisoning». Frequente nos pintores... Não sei. Quanto a mim, quando leio a palavra «hidrargirismo», é no Chapeleiro Louco que penso logo; se é a palavra «saturnismo», não é no passado que penso, mas no presente, pois trata-se de um doença profissional, que ocorre em trabalhadores das indústrias de baterias, metalúrgica, siderúrgica, petrolífera, cerâmica, gráfica, química, etc. Não é por acaso que lemos no contrato colectivo de trabalho entre a Associação da Imprensa Diária e o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Celulose, Papel, Gráfica e Imprensa e outros a cláusula que estatui a obrigatoriedade de, no mínimo duas vezes por ano, se efectuarem análises para se detectar a quantidade de chumbo no sangue, justamente para despistar saturnismo.

 

[Texto 10 312]

Helder Guégués às 23:41 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «ppm»

Como é possível?

 

      Outra coisa simples. «“Em breve viveremos numa atmosfera em que o teor médio de CO2 irá exceder 400 partes por milhão [ppm]”, alertou Jarraud [director da Organização Meteorológica Mundial]. “Não vemos o CO2, que é uma ameaça invisível, mas é uma ameaça muito real”» («Dióxido de carbono na atmosfera aumentou para 397,7 partes por milhão só em 2014», Nuno Patrício, RTP, 9.11.2015, 12h33).

      O Dicionário de Siglas e Abreviaturas da Porto Editora até regista a abreviatura ppm (antes, p. p. m.), mas para — páginas por minuto, um conceito relativo às impressoras. Alguma vez terá surgido num jornal, por exemplo, nesta acepção? Hum... E depois temos o PPM, o Partido Popular Monárquico...

 

[Texto 10 311]

Helder Guégués às 23:01 | comentar | favorito

A designação dos arruamentos

Fora dos dicionários

 

      Coisas simples. Para o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, e para todos os dicionários, suponho, beco é a «rua estreita e escura; viela». A designação legal, porém, é um pouco diferente: via estreita e curta sem intersecção com outra via. Pior mesmo é faltarem designações de arruamentos nos dicionários: mostrem-me lá a calçadinha, o canto ou cantinho, a carreirinha ou as escadinhas num dicionário. Nem sei se algum acolherá a locução número de polícia, que já deixou mais de uma pessoa de boca aberta ou sorriso trocista (a ignorância, lembrem-se, é sempre risonha).

 

[Texto 10 310]

Helder Guégués às 21:32 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

ONUAA, não FAO

Imitemo-los

 

      «Os insetos podem ser ricos em gordura, proteínas, vitaminas, fibra e minerais, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (ONUAA), podendo servir para substituir outras fontes tradicionais de alimentação como a carne. [...] Globalmente, pelo menos dois mil milhões de pessoas comem insetos — que precisam de muito menos terra e água do que a atividade agropecuária — e há mais de 1.900 espécies que podem ser usadas para comida, segundo a ONUAA» («Grilos para o jantar? Cadeia britânica vai começar a vender insetos comestíveis», Rádio Renascença, 19.11.2018, 14h12).

      É a primeira vez que vejo tal, e de quem é a culpa? Também dos lexicógrafos, pois o Dicionário de Siglas e Abreviaturas da Porto Editora, por exemplo, regista não ONUAA, mas FAO, sigla de Food and Agriculture Organization. Em português, só com til nos interessa — Fão, a vila no distrito de Braga.

 

[Texto 10 309]

Helder Guégués às 17:12 | comentar | ver comentários (1) | favorito

Léxico: «mainá-do-bali»

O Zoo de Lisboa tem

 

      «Nasceu, esta segunda-feira, no Jardim Zoológico de Lisboa, uma espécie de ave quase extinta, o Mainá-do-bali. É uma ave natural de Bali, que, habitualmente, apenas pode ser encontrada na Reserva Natural de Barat, mas que passa a contar com uma nova cria em Portugal» («O Zoo de Lisboa tem uma nova cria. É um mainá-do-bali, uma ave de canto quase extinta», Rádio Renascença, 19.11.2018, 12h29).

      No Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, nem o simples mainá (que está no VOLP da Academia Brasileira de Letras), quanto mais o mainá-do-bali (Leucopsar rothschildi). Uns têm e outros não têm, e mainada.

 

[Texto 10 308]

Helder Guégués às 13:14 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
19
Nov 18

Léxico: «supinação»

Lição de anatomia

 

      «“Atrás de mim, estava um artista de Hollywood que até hoje eu não sei quem é, só que estava a atrapalhar-me a tocar, porque eu gosto muito de tocar com os cotovelos abertos, é uma técnica de supinação. E eu disse: “Oh, por favor, preciso de espaço aqui”. Veio um produtor de lá a correr e a perguntar: “João Ventura, o que é que lhe disse?” “Pedi licença”, respondi...» («Quem é o homem dos “contrapontos” a quem Madonna telefonou?», Filipe Santa-Bárbara, TSF, 18.11.2018, 19h49).

      Cotovelos... supinação... — então porque é que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora fala apenas na mão? Supinação: «posição da mão, de forma que a palma fique voltada para cima ou para diante (em oposição a pronação)». Não é também designada prono-supinação a rotação do antebraço, a que se refere o músico João Ventura?

 

[Texto 10 307]

Helder Guégués às 11:34 | comentar | favorito