09
Fev 19

Léxico: «vindalho»

Perhaps from Portuguese

 

      «É um concurso de famílias, para famílias. e que me diz muito, porque a mesa sempre foi um ponto de união da minha própria família. Vamos dar a conhecer a Portugal tudo o qu temos cá dentro. e não temos só cozido à portuguesa — também temos muamba, cachupa e vindalho», disse Filipa Gomes em entrevista à revista Saúda («A comida é o meu sítio feliz», Vera Pimenta, Fevereiro de 2019, p. 11).

      Sim, Filipa Gomes, faz bem em dar a conhecer aos Portugueses — e sobretudo aos dicionaristas e lexicógrafos — que também temos vindalho. É a corruptela de vinha-d’alhos, e que os Indianos adoptaram (diz-se, diz-se — perhaps from Portuguese) na forma de vindaloo. No VOLP da Academia Brasileira de Letras: ✓.

 

[Texto 10 751]

Helder Guégués às 20:57 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «crowdsourcing»

Também se usa

 

      «A segunda greve cirúrgica dos enfermeiros recebeu apoio de uma plataforma de angariação de donativos anónimos. Uma ação que levantou dúvidas, esta semana, ao Presidente da República, que aponta problemas legais ao “crowdfunding”» («Financiamento da greve dos enfermeiros. O populismo está a chegar aos movimentos cívicos?», Joana Gonçalves, Rádio Renascença, 9.02.2019, 9h00).

      Como se recordarão os menos desmemoriados, sugeri alterações à definição de crowdfunding no Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, e foram aceites. Esse está assente. Só estranho que não registe igualmente o termo crowdsourcing.

 

[Texto 10 750]

Helder Guégués às 20:42 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «perua»

Uma perua de quatro rodas

 

      «Entre as montanhas que levam à estação de Kirchberg, na região de Kitzbühel, na Áustria, a via é tão estreita que não dá nem para dois carros passarem ao mesmo tempo. Olhando para baixo, o que se vê é um intimidador precipício. Mas, com tração nas quatro rodas e uma suspensão tão firme que chega a incomodar, a Audi RS6 Performance, versão mais brava da perua esportiva da linha A6, passa tanta segurança que o motorista não fica com medo de pisar no acelerador com um pouco mais de ousadia» («Audi RS6 Avant é explosão de perua», «Jornal do Carro»/Estadão, 16.03.2016, 7h00).

      A única perua coloquial brasileira que o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora regista é outra: «mulher de aparência espalhafatosa». Aposto que, vivendo nós numa época de consumismo exacerbado, se usará muito mais referido a automóveis.

 

[Texto 10 749]

Helder Guégués às 18:45 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,

Léxico: «holofónico»

Não é novo

 

      Depois de ter sido inventada nos anos 70 pelo engenheiro químico ítalo-argentino Hugo Zuccarelli, a tecnologia de som holofónico está de volta. O som holofónico, áudio 3D ou 360 regressa agora pela mão da Sony, que no CES 2019 apresentou um ecossistema —­ o 360 Reality Audio — ­baseado nesta tecnologia. Aqui está a oportunidade de trazer a palavra para os dicionários.

 

[Texto 10 748]

Helder Guégués às 15:35 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,
09
Fev 19

Léxico: «singapuriano»

Não tem de ser assim

 

      Como tenho vindo a demonstrar, os dicionários têm imensas faltas e erros. Só em variantes, estão desfalcados em centenas de termos. Em regionalismos, idem. Há, actualmente, meios para os dicionários digitais serem muito melhores. Para se aproximarem do fascínio que é folhear um dicionário em papel, teriam de disponibilizar ao leitor, em cada verbete, uma espécie de nuvem de palavras correlacionadas que permitisse ao leitor saltar logo, se quisesse, para outro vocábulo e, eventualmente, até encontrar respostas mais adequadas ao que procura. (Não, não vou registar a patente da ideia.) Vá um exemplo para reforço: «O singapuriano Wilson Raj Perumal foi um dos maiores inimigos do futebol» («A bola como fantoche», Tiago Carrasco, «Revista E»/Expresso, 26.01.2019, p. 36). Ora, o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora (veja o leitor noutros, faça alguma coisa) apenas regista singapurense e, em uso no Brasil, cingapuriano. Acontece que não faltam abonações para o uso de singapuriano em Portugal. Omitir isto é prestar um mau serviço à língua e a todos nós.

 

[Texto 10 747]

Helder Guégués às 14:05 | comentar | ver comentários (1) | favorito
Etiquetas: ,