23
Mai 19

Léxico: «equilibragem»

Mais um exemplo

 

      Ali uma oficina da esquina, com clientes de manhã à noite, além da comercialização de pneus, presta vários tipos de serviços, tais como alinhamento de direcções de todo o tipo de veículos, mudanças de filtros, equilibragem das rodas, entre outros. Parece que a equilibragem das rodas devia ser feita com alguma regularidade. Enfim, nada que convença o Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora, que não acolhe o vocábulo equilibragem.

 

[Texto 11 405]

Helder Guégués às 22:14 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,

«Linguagem de taberna | linguagem de barbearia»

O mesmo nível

 

      Dom Sérgio Eduardo Castriani, arcebispo de Manaus, diz que não votou em Bolsonaro porque este fala com uma linguagem própria de barbearia. Entre nós, diz-se habitualmente linguagem de taberna. Aliás, também os Ingleses dizem — pelo menos já o tenho encontrado — language of the tavern. Creio ter arranjado a melhor solução para evitar a curiosidade malsã dos cabeleireiros: escolhi um cabeleireiro paquistanês. Fala sem parar — mas em urdu e ao telemóvel, com a vasta parentela que não conseguiu escapar aos desvelos da República Islâmica.

 

[Texto 11 404]

Helder Guégués às 21:26 | comentar | favorito
Etiquetas:

Léxico: «discotecário»

Eles têm

 

      Estou aqui a rever um texto para Angola e aparece uma profissão totalmente desconhecida (pelo menos no nome) entre nós: discotecário. Parece que também no Brasil se usa a palavra. Como é vasto o mundo da língua portuguesa!

 

[Texto 11 403]

Helder Guégués às 11:02 | comentar | ver comentários (4) | favorito
Etiquetas: ,
23
Mai 19

Léxico: «teqball»

Algo novo

 

      Sabiam que há um novo desporto nos I Jogos Africanos de Praia, que se realizam no próximo mês em Cabo Verde? Mentirosos. Foi inventado na Hungria em 2014 e já está a atrair muitos antigos futebolistas, entre os quais o nosso Luís Figo. Inspirado no futebol e no ténis de mesa, chama-se teqball e pratica-se numa superfície curva (a teqboard); não há contacto físico entre jogadores e tem como objectivo aprimorar a técnica, a concentração e a resistência. Já se pratica em Portugal, pelo que também facilmente se podia aportuguesar e dicionarizar. Aliás, aportuguesado ou não, tem de ir para os dicionários.

 

[Texto 11 402]

Helder Guégués às 08:27 | comentar | ver comentários (2) | favorito
Etiquetas: ,